Miguel Oliveira cai a 8 voltas do fim da corrida de Moto3...

Miguel Oliveira cai a 8 voltas do fim da corrida de Moto3 em Austin

35

A 2ª ronda do Campeonato do Mundo de Moto GP em Austin não teve o desfecho esperado para o piloto português da equipa Red Bull KTM Ajo. Na corrida para o GP das Américas, Miguel Oliveira fez a volta mais rápida de corrida, mas numa tentativa de recuperação da luta pelo pódio, a mota não acompanhou o ritmo que o piloto quis imprimir. De salientar que o jovem português fez a volta mais rápida ao circuito (2.17,559s) e que chegou a liderar a corrida durante várias voltas.

Miguel Oliveira - MotoGP 2015 - Austin - CorridaNum fim-de-semana em que foi autor de um dos melhores tempos de qualificação e que lhe permitiu partir do 2º lugar da 1ª linha da grelha de partida, Miguel Oliveira deixa Austin com um resultado inesperado. Tendo sido o autor da volta rápida de corrida, o piloto da Charneca da Caparica chegou em primeiro à 1ª curva, mas não conseguiu superar os seus rivais Honda.

Hoje a corrida começou bastante bem para nós. Consegui fazer um bom arranque mas era difícil acompanhar os adversários. Posteriormente, o problema chatering pelo qual nos debatemos foi-se intensificando retirando-me a confiança em cima da moto. Reduzi o ritmo um pouco e quando voltei a ganhar confiança regressei ao grupo​. E quando faltavam 8 voltas para terminar entrei na zona rápida, mas um movimento inesperado da traseira fez-me perder aderência na frente e não consegui segurar a moto“, explica o jovem piloto português.

O único piloto luso a correr no campeonato do mundo já está de olhos postos no GP de Argentina, mas retira daqui a consistência e a confirmação de que já falta pouco.

Saio deste GP a pensar na Argentina e com a esperança que a KTM nos ajude a recortar a diferença para as Hondas. Mantenho total confiança na minha equipa e acredito realmente que podemos fazer um bom resultado nas próximas corridas. Por meu lado, preciso de continuar a lutar como hoje e a trabalhar em todas as corridas. Seguramente que o meu momento vai chegar, apenas temos que continuar assim e continuar a melhorar do ponto de vista técnico. Tenho a certeza que lá chegaremos“, remata Miguel Oliveira.

Sem pausa entre provas, os pilotos partem agora para a Argentina, onde no próximo fim-de-semana há uma nova etapa de 17 a 19 de Abril.