Liga NOS: Sp. Braga vence D. Aves e sobe para o 5º...

Liga NOS: Sp. Braga vence D. Aves e sobe para o 5º lugar da classificação geral

Danilo e Ricardo Esgaio marcaram os golos de um jogo muito polémico, devido à expulsão de Anilton, ainda na primeira parte

39

Liga NOSO Sp. Braga venceu o D. Aves, por 2-0, em encontro a contar para a 3ª Jornada da Liga NOS 2017/2018, disputado na noite deste Domingo no Estádio do CD Aves, na Vila das Aves.

Depois de duas vitórias sofríveis frente ao Portimonense e frente aos islandeses do FH, a equipa bracarense queria mostrar que tem equipa para fazer um campeonato tranquilo e lutar pelos lugares que dão acesso às provas europeias.

Já o D. Aves, queria dar uma imagem diferente daquela que apresentou na jornada inaugural frente ao Sporting, depois de ter arrancado um saboroso empate no terreno do P. Ferreira.

As duas equipas começaram o jogo bastante motivadas e tudo permaneceu equilibrado até aos 41 minutos, altura em que Anilton disputa uma bola com Rosic e o bracarense termina a jogada a sangrar abundantemente do sobrolho direito.

Esta situação leva a protestos generalizados dentro do campo e o árbitro tenta acabar com toda a confusão, mostrando o cartão vermelho directo ao jogador avense; no entanto, a confusão só aumentou de tom, pois Anilton não concorda com a decisão do árbitro e tenta chegar perto dele; vendo que o seu colega estava transtornado, os jogadores do D. Aves afastam rapidamente Amilton, que se dirigiu a passo lento para os balneários.

Falta dizer é que esta decisão do juiz principal é totalmente errada, pois não existe nenhuma agressão que levasse ao cartão vermelho directo; o que há é apenas uma disputa de bola que acaba pior para o jogador bracarense, que bate com a cara no cotovelo do jogador avense.

Nestas situações, o vídeo-árbitro poderia intervir, mas mais uma vez vimos uma “protecção” ao árbitro que não se entende, e que tem de ser rapidamente modificado, pois esta nova tecnologia serve precisamente para corrigir situações em que o árbitro se engane e não dizer “sim, sim” a todas as decisões.

Os últimos 4 minutos da primeira parte foram de autêntico sufoco para o árbitro, pois os adeptos perceberam que a decisão tinha sido errada e começaram a lançar impropérios para dentro do relvado.

Não satisfeitos com isto, os adeptos presentes na bancada central viraram a sua fúria para António Salvador (Presidente do Sp. Braga), que estava sentado na bancada VIP e viu a sua segurança ser ameaçada, o que levou a intervenção de 2 polícias que tentaram resolver a situação sem recurso à violência.

O intervalo acalmou as hostes e na segunda parte voltou-se a ver Futebol no relvado e a equipa bracarense a dominar os acontecimentos, aliás como seria de esperar pois é a equipa teoricamente mais forte e jogava com mais 1 elemento em relação ao D. Aves.

Aos 57 minutos, Danilo marca um excelente golo, na sequência da cobrança de um livre directo e na parte final do jogo, Ricardo Esgaio fixa o resultado em 0-2, deixando o técnico Ricardo Soares visivelmente triste, pois fez de tudo para evitar a derrota.

Rapidamente, a tristeza deu lugar à irritação, pois assim que terminou a partida o técnico despejou toda a sua raiva, ao berrar fortemente com o árbitro, devido à expulsão de Anilton e de um elemento da equipa técnica, este já durante a segunda parte.

Com este resultado, o Sp. Braga salta para o 5º lugar, com 6 pontos, enquanto o D. Aves cai para a zona da despromoção, pois tem apenas 1 ponto, os mesmos que o P. Ferreira, mas os pacenses têm menos 1 jogo disputado.