Liga NOS: FC Porto goleia Estoril e assume a liderança da competição

Liga NOS: FC Porto goleia Estoril e assume a liderança da competição

O triunfo portista não deixa margem para dúvidas, graças à excelente segunda parte, e por isso, os 3 pontos e a liderança da Liga NOS são bem entregues ao FC Porto, que espera apenas pelo desfecho do desafio entre o V. Guimarães e o D. Chaves para saber se é o primeiro líder da competição.

27

Liga NOSO FC Porto derrotou o Estoril-Praia, por 4-0, em encontro a contar para a 1ª Jornada da Liga NOS 2017/2018, disputado esta 4ª Feira no Estádio do Dragão, na cidade invicta.

Depois de uma boa pré-temporada, os “azuis-e-brancos” prometiam espectáculo e os adeptos responderam com uma enchente como há muito tempo não se via: cerca de 50000 espectadores.

No entanto, a festa rapidamente se tornou num cenário de preocupação, pois a formação portista demorou muito tempo a assentar o seu jogo e ia dando moral à frágil equipa do Estoril.

A lesão de Soares, que treinou condicionado durante toda a semana, fez palpitar o coração dos adeptos do FC Porto, que só descansaram quando Moussa Marega (entrou para o lugar do infeliz avançado brasileiro) inaugurou o marcador, aproveitando uma atrapalhação do defesa Mano.

Logo após o golo, os jogadores do Estoril rodearam o árbitro reclamando uma mão de Danilo Pereira no início da jogada, mas Hugo Miguel ordenou que a bola fosse para o meio-campo depois de consultar o vídeo-árbitro.

Ao intervalo, a vantagem portista era justa, porque o FC Porto teve mais volume de jogo, mas em termos de eficácia as coisas não correram como pretendia Sérgio Conceição e toda a “corte” portista.

Na segunda metade, o FC Porto voltou a entrar forte e Yacine Brahimi aumentou para 2-0 à passagem do 54º minuto, deixando Pinto da Costa (que esteve na bancada VIP depois do recente problema de saúde que enfrentou).

Aos 62 minutos, Moussa Marega voltou a ser protagonista ao marcar o 3º golo da equipa “azul-e-branca”, depois de uma excelente jogada de Oliver Torres, que tem estado em destaque nos últimos desafios.

o 4-0 chegou aos 71 minutos, mas só depois do vídeo-árbitro validar o golo de Ivan Marcano, pois num primeiro momento Hugo Miguel anulou o golo após uma indicação do seu auxiliar.

Antes, houve outro lance que o vídeo-árbitro teve de decidir, e novamente decidiu bem, pois Aboubakar estava em clara posição irregular (fora-de-jogo) quando rematou para o interior da baliza estorilista.

O triunfo portista não deixa margem para dúvidas, graças à excelente segunda parte, e por isso, os 3 pontos e a liderança da Liga NOS são bem entregues ao FC Porto, que espera apenas pelo desfecho do desafio entre o V. Guimarães e o D. Chaves para saber se é o primeiro líder da competição.