Liga NOS: FC Porto empata na Madeira mas sobe para a liderança...

Liga NOS: FC Porto empata na Madeira mas sobe para a liderança da competição

50

O FC Porto empatou (1-1), este Sábado, com o Marítimo, em jogo a contar para a 2ª Jornada da Liga NOS, disputado no Estádio do CS Marítimo, no Funchal (Ilha da Madeira).

Sabendo das dificuldades que iria ter (o FC Porto não ganha há 4 anos no anfiteatro madeirense), o técnico Julen Lopetegui apostou num “onze” baseado na equipa da época passada, juntamente com a estrelas Maxi Pereira e Iker Casillas.

A ala esquerda da defesa “azul-e-branca” foi confiada a Aly Cissokho, pois Alex Sandro transferiu-se para a Juventus e já não faz parte da equipa de futebol do clube liderado por Pinto da Costa.

O francês, que já foi uma referência da defesa portista está longe dos seus tempos áureos e logo no início da partida, mais concretamente aos 5 minutos, comete um erro infantil, ao deixar passar um cruzamento aparentemente fácil.

Quem agradeceu foi Edgar Costa, que completamente sozinho atirou para o fundo da baliza de Iker Casillas, que nada pôde fazer para travar o remate do jogador maritimista.

A vencer, o Marítimo baixou as suas linhas, começou a defender muito atrás e ainda antes do intervalo sofreu o golo do empate, marcado por Herrera, depois de uma bela jogada de ataque iniciada por Yacine Brahimi.

Ao intervalo, o empate era um resultado justo, pois o Marítimo teve uma entrada muito forte, mas os restantes minutos foram dominados pelo FC Porto, que aproveitou o menor fulgor atacante do adversário.

Na segunda parte, Julen Lopetegui colocou em campo André André e Cristian Tello, mas o FC Porto em vez de melhorar, começou a cometer muitos erros e a jogar sob uma enorme pressão.

Aboubakar, antes de ser substituído por Dani Osvaldo, ainda teve uma boa oportunidade nos pés, mas Salin fez uma defesa espectacular, negando os intentos ao avançado portista.

Sem velocidade, nem arte e engenho para ultrapassar a forte defensiva maritimista, o golo do FC Porto só poderia aparecer através de um lance de sorte, o que esteve praticamente para acontecer em cima do minuto 93, ou seja, já em tempo de descontos.

O protagonista da jogada foi Maxi Pereira, que rematou de forma pouco ortodoxa, mas a bola passou por cima de Salin, bateu na barra e depois em cima da linha de golo, voltando para o coração da grande área, onde o guarda-redes do Marítimo acabou com todas as dúvidas, agarrando no esférico.

Alguns jogadores do FC Porto ainda reclamaram de forma ténue, mas parece que a bola não ultrapassou, por completo, a linha fatal e por isso, o árbitro Hugo Miguel ajuizou bem ao mandar seguir o lance.

Apesar do empate, o FC Porto salta para a liderança da Liga, mas agora com os mesmos pontos (e os mesmos golos) do Rio Ave, que depois da brilhante vitória de ontem (sobre o Sp. Braga) continua no topo da classificação.

Depois da derrota na 1ª Jornada, com o “vizinho” União, o Marítimo soma agora o seu primeiro ponto e está no meio da tabela classificativa, com os mesmos pontos de Boavista, V. Setúbal e Belenenses, todos com menos 1 jogo.