Liga dos Campeões: Sporting vence Olympiakos e acaba 1ª ronda à frente...

Liga dos Campeões: Sporting vence Olympiakos e acaba 1ª ronda à frente da Juventus

Os transalpinos perderam na deslocação ao terreno do Barcelona, e estão na última posição com 0 pontos e nenhum golo marcado

23

Liga dos CampeõesO Sporting venceu os gregos do Olympiakos, por 3-2, em jogo a contar para a 1ª Jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, disputado no Estádio Georgios Karaiskakis, em Pireu (Grécia).

Apesar de Jorge Jesus ter dito sempre que a grande prioridade do conjunto leonino é vencer a Liga NOS, a verdade é que a má campanha europeia do ano passado ficou “atravessada” na garganta dos adeptos leoninos e por isso este ano a abordagem tem de ser diferente.

Antes do apito inicial, os simpatizantes da equipa lisboeta ainda se assustaram com nova “invenção” de Jesus (Doumbia apareceu no “onze” inicial, em vez do habitual Bas Dost), mas logo aos 2 minutos esqueceram-se de tudo, pois o costa-marfinense inaugurou o marcador, com um grande golpe de cabeça, respondendo da melhor maneira a um cruzamento de Marcos Acuña.

Pouco depois, Doumbia vê Gelson Martins completamente solto e passa-lhe a bola; o jogador leonino, que parte ainda do seu meio-campo (houve quem reclamasse de fora-de-jogo, mas isso só acontece se o jogador que vai receber o passe estiver no meio-campo adversário e adiantado em relação ao penúltimo jogador contrário), corre desenfreadamente por todo o campo e marca o 2º golo da noite, para enorme alegria dos cerca de 1000 adeptos portugueses que se deslocaram até ao anfiteatro grego.

Com 2 golos de vantagem, o Sporting “apagou” o “inferno grego” e serviu ainda mais um “balde de água gelada” aos 43 minutos (golo de Bruno Fernandes, que aproveitou as facilidades concedidas pelo último reduto grego).

Entre o 2º e o 3º golo ainda houve dois remates aos postes (Doumbia e Bruno Fernandes), mas ao intervalo o resultado era “apenas” de 0-3, deixando Jorge Jesus com uma boa dor de cabeça.

Havendo jogo já no próximo fim-de-semana (a contar para a Liga NOS) importava gerir a equipa, mas a velha máxima “em equipa que ganha não se mexe” obrigava a cautelas redobradas.

Jesus optou por tirar os marcadores dos golos, colocando Bruno César, Bas Dost e Ristovski, mas o Sporting continuou a “mandar” no jogo, apesar de não conseguir materializar esse largo ascendente.

Duas bolas de Bas Dost aos ferros da baliza e ainda um par de boas oportunidades foi o que o Sporting conseguiu antes de Fernando Pardo (ex-jogador do Sp. Braga) ter entrado e marcado 2 golos no espaço de 2 minutos, deixando todos apreensivos nos minutos de descontos.

No entanto, o Sporting segurou o importante e merecido triunfo e pensa agora na recepção ao Barcelona, que no outro jogo do grupo derrotou os italianos da Juventus e assume a liderança do grupo.