Liga dos Campeões: FC Porto vence Mónaco e salta para o 2º...

Liga dos Campeões: FC Porto vence Mónaco e salta para o 2º lugar do Grupo G

Dois golos de Aboubakar e um de Miguel Layun surpreenderam o Mónaco e colocam o FC Porto no 2º lugar do Grupo G

21

Liga dos CampeõesO FC Porto venceu os franceses do Mónaco, por 3-0, em jogo a contar para a 2ª Jornada do Grupo G da Fase de Grupos da Liga dos Campeões, disputado no Estádio Louis II, em Monte Carlo.

Na véspera, o técnico Sérgio Conceição prometeu mostrar a grandeza do FC Porto e de facto foi uma equipa portista gigante, que dominou o jogo durante os 90 minutos, perante a passividade dos comandados de Leonardo Jardim.

Sem conseguirem travar as investidas de Moussa Marega e Aboubakar, os monegáscos sofreram bastante e terminaram a primeira parte “de rastos” e a perder pela diferença mínima.

Aboubakar foi o “herói” portista, pois conseguiu bater Diego Benaglio (que já jogou em Portugal), depois do guarda-redes suíço ter feito duas defesas soberbas, a remates de Moussa Marega.

No início da segunda metade, o técnico Leonardo Jardim resolveu “abanar” a equipa, com as entradas de Guido Carrillo e Rony Lopes, mas seria o FC Porto a marcar novamente, e mais uma vez por intermédio de Aboubakar.

O camaronês concluiu com êxito uma extraordinária jogada de contra-ataque, que pode entrar nos vídeos de ensino da UEFA e da FIFA, pois exemplifica na prática aquilo que vem escrito nos livros (tudo começa numa recuperação do guardas-redes, que lança para um colega da defesa, este vê a desmarcação do médio, passa-lhe a bola e assim que esta chega, o médio corre desenfreadamente pela ala e perto da linha final cruza para o coração da grande área, onde esta o ponta-de-lança a rematar para o fundo da baliza contrária).

Pouco depois, e com o Mónaco completamente resignado, o FC Porto chega ao 3-0, por intermédio de Miguel Layun, que rapidamente passou de dispensável a suplente utilizado (mais uma “revolução” de Sérgio Conceição).

Treze anos e meio depois da mítica vitória em Gelsenkirchen, os “azuis-e-brancos” voltam a bater os monegáscos por 3-0 e assumem o 2º lugar do grupo, atrás do Besiktas e à frente do favorito Mónaco e do “frágil” Leipzig.