Intercontinental GT Challenge: Álvaro Parente disputa as 8 Horas da Califórnia

Intercontinental GT Challenge: Álvaro Parente disputa as 8 Horas da Califórnia

Álvaro Parente disputará nos próximos dias 14 e 15 de Outubro as 8 Horas da Califórnia, a 3ª ronda do Intercontinental GT Challenge, defendendo as cores da McLaren GT e da K-PAX Racing aos comandos de um McLaren 650S que partilhará com Brian Sellers e Ben Barnicoat.

23

Álvaro ParenteÁlvaro Parente disputará nos próximos dias 14 e 15 de Outubro as 8 Horas da Califórnia, a terceira ronda do Intercontinental GT Challenge, defendendo as cores da McLaren GT e da K-PAX Racing aos comandos de um McLaren 650S que partilhará com Brian Sellers e Ben Barnicoat.

Depois de ter concluído a temporada do Pirelli World Challenge, campeonato em que terminou no segundo posto da vertente GT Sprint, e da Blancpain Sprint Cup, o piloto português continua no activo, regressando à competição global da SRO, certame em que disputou já as 12 Horas de Bathurst, onde assinou uma prestação notável num dos circuitos mais exigentes do mundo.

A ronda norte-americana do Intercontinental GT Challenge terá lugar no mítico circuito de Laguna Seca, palco onde no ano passado Álvaro Parente conquistou o seu título do Pirelli World Challenge na última corrida com uma vitória dramática.

Com uma época em que esteve empenhando, sobretudo, em corridas de sprint, o piloto português mostra-se entusiasmado por poder regressar às corridas de endurance.

“Estou ansioso por perceber como se comportará o carro e o que poderemos fazer. Temos a melhor equipa para este tipo de provas e no McLaren 650S uma boa arma. A estratégia é importante, mas no ano passado a K-PAX Racing esteve muito bem nas 12 Horas de Sepang. Vamos todos trabalhar em conjunto para darmos o nosso melhor. Gosto de provas de sprint, mas as corridas de endurance também me seduzem”, afirmou o piloto oficial da McLaren GT.

Álvaro Parente terá como colegas de equipa Ben Barnicoat e Brian Sellers, dois pilotos que conhece bem.

“Fiz equipa com o Ben no Blancpain Sprint Cup e nas provas de SprintX do Pirelli World Challenge e sei o quão competitivo ele é. O Brian esteve com a K-PAX Racing ao longo de toda a temporada e mostrou igualmente ser muito rápido e consistente. Julgo que formamos uma equipa de pilotos forte e temos todos os ingredientes necessários para estarmos na luta pelas melhores posições da corrida. É claro que a oposição será muito forte, mas nós vamos dar o nosso melhor para lutar por um bom resultado”, concluiu com determinação o piloto do Porto.