Hungarian Baja: Direcção assistida ‘travou’ Bruno Oliveira na primeira etapa

Hungarian Baja: Direcção assistida ‘travou’ Bruno Oliveira na primeira etapa

161

Um problema na direcção assistida da Mazda CX-5 Proto pilotada por Bruno Oliveira, estavam decorridos apenas 25 quilómetros de prova, condicionou todo o primeiro dia de corrida do Açores TT Team na Hungarian Baja, sétima etapa da World Cup for Cross Country Rallies.

Com Valter Cardoso como navegador, Bruno Oliveira conseguiu contudo concluir o primeiro sector selectivo, para de seguida a equipa trabalhar arduamente na reparação da máquina portuguesa no parque de assistência, pelo que a formação lusa irá partir para a derradeira etapa na 21ª posição da classificação geral.

Apostada em terminar a corrida, a equipa está todavia empenhada em dar boa conta de si na terceira e ultima etapa de uma corrida que tem sido totalmente dominada pelo piloto do Qatar, Nasser Al Attiyah, bem conhecido dos portugueses e com quem privaram no final da etapa.

Um imprevisto condicionou toda a nossa corrida mas estamos apostados em dar, amanhã, um ar da nossa graça. O traçado era bastante interessante mas infelizmente não tivemos oportunidade de usufruir plenamente dele, tendo em conta a limitação de conduzir sem direcção assistida”, salientou no final da etapa Bruno Oliveira, o piloto da Mazda CX-5, cuja decoração visa promover o magnífico ícone açoriano que são as Termas da Ferraria, na ilha de S. Miguel nos Açores.