GT Open: Álvaro Parente e Miguel Ramos estendem vantagem no campeonato

GT Open: Álvaro Parente e Miguel Ramos estendem vantagem no campeonato

62

Álvaro Parente e Miguel Ramos, depois da vitória de ontem, hoje conseguiram estender a sua vantagem no comando do Campeonato de Pilotos, conquistando um quinto lugar na segunda prova da etapa de Silverstone do International GT Open, apesar de um massivo handicap de trinta segundos.

Nesta competição, o sucesso paga-se com tempo extra nas paragens para troca de pilotos e o duo do McLaren 650S da Teo Martín Motorsport sabia que hoje teria uma árdua tarefa pela frente, dado os trinta segundos que teria que estar parado nas boxes, fruto do merecido triunfo de ontem.

Ainda assim, a dupla lusa não virou a cara à luta e Miguel Ramos garantiu um bom quarto lugar na grelha de partida, evidenciando que a postura dos homens da Teo Martín Motorsport era de ataque.

Durante a corrida, ambos os portugueses deram o seu melhor – Álvaro Parente assinou a volta mais rápida – mas os trinta segundos de handicap não lhes permitiu ir além do quinto lugar, o que, contudo, é um bom resultado para o Campeonato de Pilotos, uma vez que o piloto oficial da McLaren GT ultrapassou em pista um dos seus rivais na luta pelo título.

Já sabíamos que seria complicado garantir um resultado de acordo com o nosso andamento, devido ao tempo que teríamos que estar parados nas boxes. Mas lutámos, andámos no máximo das capacidades do carro – muito embora eu tenha gerido o consumo de gasolina a meio da prova – e conseguimos um quinto lugar, que será muito importante nas contas do campeonato”, sublinhou Álvaro Parente.

Depois de ontem terem alcançado o comando da competição dedicada a pilotos, hoje o duo luso estendeu a sua vantagem para os segundos classificados, que agora se cifra em dez pontos, consumando o objectivo traçado para a ronda de Silverstone.

Álvaro Parente demonstra-se entusiasmado, mas não deixa de avisar que é necessário continuar a trabalhar como até aqui.

Chegámos aqui com o desiderato de assumir o primeiro lugar no campeonato e abrir uma vantagem para os nossos perseguidores, e foi isso que fizemos. A Teo Martín Motorsport tem estado muito bem, o McLaren 650S é muito competitivo e nós, os pilotos, temos também protagonizado um bom desempenho. Temos que continuar com este nível, por que estou certo que os nossos adversários não vão estar parados e tentarão apanhar-nos já na próxima etapa”, concluiu o piloto da McLaren GT com confiança.

A próxima ronda do International GT Open realiza-se no Red Bull Ring, entre os dias 5 e 7 de Julho, mas entretanto, Álvaro Parente terá ainda os 1000Km de Paul Ricard, a terceira etapa do Blancpain Endurance Series.