GP3 Series 2017: Bruno Baptista lamenta abandono da corrida 2 no Hungaroring

GP3 Series 2017: Bruno Baptista lamenta abandono da corrida 2 no Hungaroring

O piloto brasileiro Bruno Baptista teve problemas no seu carro e não completou a segunda bateria na Hungria, mas visa seguir a sua evolução na categoria, já na próxima rodada, que será nos dias 26 e 27 de Agosto em Spa-Francorchamps (Bélgica)

44

Bruno Baptista - GP3 Series 2017 - Hungaroring - Treinos LivresO piloto brasileiro Bruno Baptista teve problemas no seu carro e não completou a segunda bateria na Hungria. Mas visa seguir sua evolução na categoria, já na próxima rodada, que será nos dias 26 e 27 de Agosto em Spa-Francorchamps (Bélgica).

A corrida deste Domingo (30), válida pela quarta etapa da GP3 Series, que completou a rodada dupla no circuito de HungaroRing, em Budapeste (Hungria), não foi muito positiva para o piloto brasileiro Bruno Baptista, que esperava terminar a disputa no top-8. Mas, novamente problemas no DRS impediram o jovem de 20 anos de continuar na prova.

Giuliano Alesi foi o vencedor da segunda bateria, seguido por Ryan Tveter e Kevin Joerg. A próxima etapa da temporada será nos dias 26 e 27 de Agosto no circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Bruno Baptista lamentou os problemas que teve hoje no seu carro #16, que o obrigaram a abandonar a segunda bateria em Budapeste.

“Hoje infelizmente tive problemas com o DRS, de novo. E a meio da corrida o carro parou de funcionar por completo, o motor desligou. Não sei o que aconteceu. Uma pena. Fiquei chateado, pois sabia que se não fosse isso, eu tinha boas chances de estar ali no top-10, ou quem sabe até brigar por um lugar entre os oito primeiros para buscar novos pontos”, contou o piloto brasileiro.

Mas, mesmo sem conseguir o seu objectivo, o piloto da equipa Dams faz um balanço positivo da etapa em que conquistou o seu primeiro ponto na categoria.

“Acho que foi a primeira etapa que, de facto, chegámos a um caminho certo para o setup. Eu estava bem competitivo, fiquei no top-10 em duas sessões, uma vez no treino livre e depois na primeira corrida, marcando pontos, o que mostra a minha evolução. Agora é pensar nas próximas etapas e seguir evoluindo”, disse.

Classificação da temporada (após 4 etapas (top-10)

1º George Russel, 92 pontos
2º Jack Aitken, 83
3º Anthoine Hubert, 78
4º Nirei Fukuzuni, 72
5º Giuliano Alesi, 66
6º Alessio Lorandi, 63
7º Dorian Boccolacci, 44
8º Arjun Maini, 37
9º Ryan Tveter, 34
10º Raoul Hyman, 27

17º Bruno Baptista, 1