GP3 Series 2017: Bruno Baptista faz prova de evolução na 1ª bateria...

GP3 Series 2017: Bruno Baptista faz prova de evolução na 1ª bateria em Barcelona

Apesar das dificuldades na classificação, o piloto brasileiro Bruno Baptista faz prova de evolução. E está confiante para a segunda bateria neste Domingo

49

Apesar das dificuldades na classificação, o piloto brasileiro faz prova de evolução. E está confiante para a segunda bateria neste Domingo, que terá transmissão ao vivo do SporTV3 às 4h25

O Sábado (13) não começou da melhor forma para o único piloto brasileiro no grid da GP3 Series, em Barcelona (Espanha). Durante a classificação, realizada nesta manhã, o jovem de 19 anos, que faz a sua estreia na GP3, cometeu um erro e, com isso, ficou na 19ª posição no grid. Sem desanimar, e disposto a aprender mais sobre o carro e sobre o desgaste dos pneus, Baptista seguiu para a sua primeira corrida num dos principais campeonatos de base do automobilismo internacional.

Bruno completou a prova em 16º e apesar do resultado pouco favorável, ele acredita que foi uma disputa muito positiva e de bastante aprendizado. A vitória foi do japonês Nirei Fukuzumi. Os italianos Leonardo Pulcini e Alessio Lorandi completaram o pódio da primeira bateria.

Neste Domingo (14) será realizada a segunda prova da etapa, com largada às 04h25 (pelo horário de Brasília). A disputa terá transmissão ao vivo pelo canal SporTV3. Para essa segunda corrida, o grid será invertido para os oito primeiros colocados. Os demais competidores largam nas suas posições de chegada na primeira prova. Bruno Baptista sairá da oitava fila, em 16º.

O piloto brasileiro analisou o dia de hoje no circuito de Catalunha-Barcelona.

“Infelizmente cometi um grande erro na minha volta rápida durante a classificação. Na GP3 temos somente uma volta de pneu. Larguei detrás do grid e tinha um grande desafio para a prova”, lamentou Bruno Baptista, sobre o seu erro na classificação e que lhe custou uma melhor posição no grid.

O jovem de 19 anos, que faz a sua estreia na categoria pela equipa DAMS, continuou confiante em fazer uma boa disputa, mas o seu objectivo era de aprender mais sobre o seu equipamento #16 e sobre os pneus para poder evoluir.

“A corrida foi muito boa. O resultado não correspondeu à evolução que tivemos com o carro. Acho que foi uma das melhores corridas que fiz aqui na Europa. Senti-me bem no carro e consegui administrar muito bem os pneus e também o DRS. Fiz uma boa ultrapassagem em cima do [Giuliano] Alesi. E tive boas brigas com três pilotos [Niko Kari, Alesi e Steijn Schothorst]; vale lembrar que todos eles fazem a segunda temporada na categoria.

Tínhamos um ritmo bom de corrida. Eu melhorei muito dos testes para hoje. E a equipa trabalhou muito bem. Conseguimos um carro bom para a corrida, conversámos muito sobre o acerto do setup e, apesar do resultado, saímos satisfeitos com o que fizemos na prova e estamos animados para a disputa de amanhã”, comentou o piloto brasileiro.



Resultados

1ª corrida GP3 em Barcelona (top-10)
1) 2 N. Fukuzumi (ART Grand Prix), 22 voltas em 36min41s269
2) 6 L. Pulcini (Arden International), a 7s433
3) 22 A. Lorandi (Jenzer Motorsport), a 7s889
4) 3 G. Russell (ART Grand Prix), a 11s807
5) 4 A. Hubert (ART Grand Prix), a 12s159
6) 12 D. Boccolacci (Trident), a 14s364
7) 24 A. Maini (Jenzer Motorsport), a 14s906
8) 27 R. Hyman (Campos Racing), a 30s986
9) 14 S. Ferrucci (DAMS), a 31s314
10) 28 M. Siebert (Campos Racing), a 31s357
16) 16 Bruno Baptista (DAMS), a 37s783

Grid para a 2ª corrida em Barcelona (top-10)
1) 27 R. Hyman (Campos Racing)
2) 24 A. Maini (Jenzer Motorsport)
3) 12 D. Boccolacci (Trident)
4) 4 A. Hubert (ART Grand Prix)
5) 3 G. Russell (ART Grand Prix)
6) 22 A. Lorandi (Jenzer Motorsport)
7) 6 L. Pulcini (Arden International)
8) 2 N. Fukuzumi (ART Grand Prix)
9) 14 S. Ferrucci (DAMS)
10) 28 M. Siebert (Campos Racing)
16) 16 Bruno Baptista (DAMS)