GP da Hungria 2017: Resumo da Qualificação da Haas F1 Team

GP da Hungria 2017: Resumo da Qualificação da Haas F1 Team

Os pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, qualificaram-se no décimo-quinto e décimo-sexto lugares, respectivamente, para o Grande Prémio da Hungria, que se disputa hoje (Domingo) em Hungaroring, Budapeste

29

VF-17 da Haas F1 TeamOs pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, qualificaram-se no décimo-quinto e décimo-sexto lugares, respectivamente, para o Grande Prémio da Hungria, que se disputa hoje (Domingo) em Hungaroring, Budapeste.

Grosjean registou o décimo quarto crono na Q1, ao completar uma volta ao circuito de 4,381 quilómetros e catorze curvas em 1m19,085s, o que lhe permitiu passar à Q2. Magnussen registou o décimo-sexto tempo, 1m19,096s, e falhou por pouco a passagem à Q2. Na realidade, Magnussen assinou exactamente o mesmo registo que o décimo-quinto classificado, Sérgio Pérez da Force India, mas dado que Pérez realizou o seu tempo antes de Magnussen, foi a Pérez que foi dado o derradeiro lugar na Q2.



Na Q2, Grosjean assegurou o décimo quinto tempo, 1m18,771s. Apenas os dez primeiros passam da Q2 passam à Q3. Tanto Grosjean como Magnussen rodaram exclusivamente com pneus Pirelli P Zero Vermelho/Supermacio ao longo da qualificação.

Sebastian Vettel, da Scuderia Ferrari, conquistou a pole-position. A sua melhor volta, 1m16,276s foi a melhor marca de sempre em Hungaroring e deixou o seu colega de equipa, Kimi Raikkonen, o segundo classificado, a 0,168s. Esta foi a quadragésima-oitava pole-position da carreira de Fórmula 1 de Vettel e a sua segunda esta temporada; com Raikkonen em segundo, esta foi a terceira vez que a Ferrari monopolizou a primeira linha esta temporada.

Antes de Grosjean, Magnussen e o resto do pelotão participarem na qualificação tiveram ainda a sessão final de treinos-livres, para afinarem os seus carros para realizar uma volta rápida. Ambos os pilotos iniciaram a sessão com pneus médios para realizarem três voltas de instalação, seguindo-se duas séries de voltas com pneus supermacios

Grosjean completou dezoito voltas com supermacios – um stint de oito voltas e outro de dez. Registou o décimo quinto crono, 1m19,622s, na sua décima primeira volta. Magnussen efectuou quinze voltas – um stint de oito voltas e outro de sete. O seu melhor crono deixou-o no décimo sexto tempo – 1m19,895s, na sua décima quarta volta.

Vettel foi o mais rápido, 1m17,017s, antevendo o que se passaria na qualificação, deixado o segundo mais rápido, Raikkonen, a 0,475s.



Comentários

Romain Grosjean (#8)
“Penso que isto era o melhor que poderíamos fazer. Ambos tivemos que ultrapassar os limites na Q1 e consegui passar para a Q2, onde tentei o máximo que podia na última volta. Não consegui melhor que décimo-quinto. Quando perdemos toda a Sexta-feira com um carro – na verdade podemos dizer que perdemos também toda a Sexta-feira com o meu carro – temos muitos problemas. Tivemos altos e baixos e não pudemos fazer nada; portanto, foi muito, muito difícil.

Temos que melhorar enquanto equipa e ter o carro melhor desde a primeira volta da primeira sessão de treinos-livres. Bati na primeira sessão, portanto, estivemos sempre numa situação difícil. Penso que aqui estaríamos como na Áustria e conseguiríamos gerar temperatura nos pneus. Tudo está relacionado com os pneus e não estamos a funcionar correctamente com eles. Qual é a chave? Não sei, mas alguma coisa não está a funcionar correctamente”.

Kevin Magnussen (#20)
“Não temos sido competitivos este fim-de-semana, por qualquer motivo. Esperávamos estar bem hoje. Sabíamos que não seríamos os melhor, devido às curvas lentas mas, pelo menos, é uma pista curta e sinuosa, sem grandes rectas. Em teoria não deveríamos estar muito mal, mas não temos ritmo. Para além disso, tornou-se um fim-de-semana difícil por não ter feito a Sexta-feira. Bem, fiz quatro voltas na Sexta-feira e mais algumas esta manhã.

Não foi uma boa preparação para a qualificação. Tirei o máximo partido. Fiquei apenas a um centésimo de segundo do Romain e fiz a mesma volta que o Pérez, que foi o décimo-quinto; portanto, a Q2 estava mesmo ali. Com tão pouco tempo de pista, estou satisfeito”.

Guenther Steiner (Team Principal)
“Não são as posições ideais para arrancar. Penso que depois de ontem, demos um pouco a volta. Mas não conseguimos recuperar o dia perdido de ontem, e todos se aproximaram. Ficámos em décimo-quinto e décimo-sexto. Gostaria que estivéssemos um pouco mais à frente, mas salvámos o que podíamos salvar num curto período de tempo. Amanhã [hoje] vamos tentar ganhar posições. Penso que este foi um dos nossos piores fins-de-semana do ano passado e parece que o estamos a repetir esta temporada. No entanto, todos estão a tentar conquistar pontos.