GP da Áustria 2017: Resumo da Qualificação da Haas F1 Team em...

GP da Áustria 2017: Resumo da Qualificação da Haas F1 Team em Spielberg

Os pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, qualificaram-se em 7º e 15º, respectivamente, para o Grande Prémio da Áustria, que se realiza Domingo no Red Bull Ring, em Spielberg

53

VF-17 da Haas F1 TeamOs pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, qualificaram-se em sétimo e décimo-quinto, respectivamente, para o Grande Prémio da Áustria, que se realiza hoje (Domingo) no Red Bull Ring, em Spielberg.

Grosjean, contudo, arrancará de sexto devido à penalização de cinco lugares na grelha de partida a ser cumprida por Lewis Hamilton. O piloto da Mercedes qualificou-se no terceiro posto, mas sofreu uma penalização devido a uma mudança de caixa de velocidade após o Grande Prémio do Azerbaijão. A FIA exige que as caixas de velocidades realizem seis eventos consecutivos e a de Hamilton não cumpriu esta exigência.

A posição de Grosjean iguala o melhor resultado na grelha de partida da Haas F1 Team. Grosjean qualificou-se no sexto posto para a primeira corrida da temporada, o Grande Prémio Austrália, há oito provas.

O sexto posto alcançado por Grosjean deveu-se a ter avançado para a Q3 pela quarta vez esta temporada. Assinou o oitavo posto na Q1, 1m05,902s, avançando para a Q2. Depois registou o crono de 1m05,319s, marcando o sétimo tempo e avançou para o derradeiro round da qualificação. Então, uma volta de 1m05,480s antes de um problema electrónico o ter obrigado a parar em pista, lançou-o para o sétimo posto.

Magnussen ter-se-ia, certamente, juntado ao seu colega na Q3, mas um problema na suspensão na Q1 empatou esses planos. Magnussen registou o décimo-segundo tempo na Q1, 1m06,143s, o que lhe permitiu passar para a Q2. No entanto, a suspensão partida não podia ser reparada a tempo de Magnussen voltar à pista, não lhe tendo sido possível realizar um tempo na Q2, o que o deixou no décimo-quinto lugar.

Tanto Magnussen como Grosjean rodaram exclusivamente com pneus Pirelli P Zero Roxo/Ultramacio ao longo de toda a qualificação.

Valtteri Bottas alcançou a pole-position para o Grande Prémio da Áustria. A sua melhor volta, 1m04,251s, representa um novo recorde, batendo o anterior tempo 1m05,092s, marcado por Sebastian Vettel, Scuderia Ferrari, algumas horas antes no terceira sessão de treinos-livres. Bottas registou a sua segunda pole-position na Fórmula 1 ao bater Vettel apenas por 0,042s.

Antes de Grosjean, Magnussen e o resto do pelotão participarem na qualificação tiveram ainda a sessão final de treinos-livres. Ambos os pilotos iniciaram a sessão com pneus supermacios para realizarem uma volta de instalação, seguindo-se dez voltas lançadas. Para simular a qualificação, ambos os pilotos saíram para a pista uma última vez com pneus ultramacios.

Magnussen completou vinte e uma voltas, registando o sétimo crono, 1m05,936s, na sua décima sexta volta. Grosjean efectuou vinte e duas voltas, marcando o oitavo tempo – 1m06,015s, na sua décima quarta volta.

Vettel foi o mais rápido, tendo a sua melhor volta, 1m05,092s, deixado o segundo mais rápido, Hamilton, a 0,269s.



Comentários

Romain Grosjean (#8)
“Temos sido rápidos todo o fim-de-semana, o Kevin e eu. Ambos temos estado muito satisfeitos com o carro. Infelizmente, o Kevin teve um problema com a suspensão na Q1, caso contrário, penso que também estaria na Q3. Entre a Q1 e a Q2 encontrámos alguma performance. Estávamos com uma boa aderência no carro. No final, penso que perdemos apenas uma ligação eléctrica no carro. Espero que não seja nada mais grave que isso. Amanhã temos uma longa corrida. Vai ser duro para os travões, para o motor e fisicamente. É a segunda vez, depois de Melbourne, que sinto que os pneus estão a funcionar, consigo tirar prazer da pilotagem e levar o carro até ao limite”.

Kevin Magnussen (#20)
“Estávamos bem, portanto, é verdadeiramente frustrante não participar na totalidade da qualificação. Foi azar partir a suspensão traseira. Foi mesmo azar. Penso que hoje poderíamos chegar à Q3 e ter uma boa possibilidade de marcar pontos amanhã. Agora é mais difícil. Temos estado bem todo o fim-de-semana. Estávamos com bom ritmo e estávamos entre os dez primeiros. Sinto-me frustrado por não ter podido fazer nada”.

Guenther Steiner (Team Principal)
“Foi um bom seguimento do dia de ontem na terceira sessão – foi sólida – e continuámos na qualificação. Infelizmente, o Kevin teve um problema na suspensão. O tempo dele era suficientemente bom para passar à Q2, mas não pôde participar nela. O Romain conseguiu chegar à Q3, o que é bom. Qualificou-se em sétimo. Na sua volta com pneus novos teve uma problema electrónico – que ainda estamos a investigar – mas deveremos estar na grelha, amanhã, sem mais problemas. Com o ritmo que o nosso carro demonstrou este fim-de-semana, com o Kevin a arrancar de décimo quinto, temos ainda esperanças que ele termine nos pontos e, claro, com o Romain. Esperamos que não tenhamos mais questões técnicas e tenhamos uma boa corrida amanhã.