GP da Áustria 2016: Resumo da corrida da Haas F1 Team

GP da Áustria 2016: Resumo da corrida da Haas F1 Team

A Haas F1 Team conquistou mais pontos este Domingo no Red Bull Ring, a 4ª vez que a equipa norte-americana marca pontos na sua primeira temporada.

199

A Haas F1 Team conquistou mais pontos este Domingo no Red Bull Ring, a quarta vez que a primeira equipa norte-americana de Fórmula 1 em trinta anos marca pontos na sua primeira temporada. Romain Grosjean registou mais seis pontos, com o um sétimo lugar no Grande Prémio da Áustria, e Esteban Gutiérrez continua a bater a porta das posições com direito a pontos, a ver a bandeirada de xadrez no décimo primeiro lugar pela terceira vez este ano.

Grosjean empregou uma estratégia de uma paragem nas boxes na corrida de setenta e uma voltas ao traçado de 4,326 quilómetros e nove curvas. Depois de arrancar de décimo terceiro com um jogo de pneus Pirelli P Zero Vermelho/Supermacio, Grosjean completou vinte e sete voltas antes de entrar nas boxes para montar PZero Amarelo/Macio ligeiramente usados. Grosjean tirou partido do período de Safety-Car, devido ao despiste de Sebastian Vettel na recta da meta. O piloto da Ferrari estava na liderança quando perdeu o controlo do carro devido à desintegração do pneu traseiro direito, espalhando borracha pela pista.

Grosjean saiu das boxes no nono lugar, mas foi demasiado rápido na via das boxes, o que lhe valeu uma penalização de cinco segundos por exceder o limite máximo da velocidade na via das boxes, tempo que lhe foi adicionado ao teu tempo de corrida no final das setenta e uma voltas.

Com o fim do período de Safety-Car, a prova recomeçou na trigésima segunda volta, e então os espelhos de Grosjean estavam cheios com o Williams de Felipe Massa e com o Force India de Sérgio Pérez. Grosjean segurou-os e trabalhou de modo a construir uma vantagem de mais de cinco segundo para o seu mais próximo adversário.

Ajudado pelos problemas dos outros, Grosjean subiu ao sétimo posto e, à medida que as voltas se iam realizando, foi alargando a sua vantagem de forma metódica para o oitavo classificado, Pérez. Pouco depois de criar uma margem superior a cinco segundos sobre Pérez, o piloto da Force India desvalorizou a situação ao despistar-se na última volta. Com a penalização aplicada no final, a vantagem de Grosjean para o oitavo classificado, Carlos Sainz, era de 2,732s. O sétimo lugar era de Grosjean, tendo os seis pontos conquistados levado o piloto até ao décimo posto do Campeonato de Pilotos.

Gutiérrez, por seu lado, lutou para alcançar um respeitável décimo primeiro lugar. Apesar de arrancar e terminar na mesma posição, Gutiérrez caiu para o décimo oitavo lugar na primeira curva da primeira volta. Gutiérrez realizou vinte e uma voltas com os supermacios com que iniciou a corrida, antes de parar nas boxes para montar um jogo de supermacios novos. Depois de subir ao décimo quinto lugar, Gutiérrez voltou a parar nas boxes na quadragésima primeira volta para montar macios ligeiramente usados. Regressou à pista no décimo nono lugar e, durante as últimas trinta voltas, geriu os seus pneus e tirou vantagem dos problemas dos outros para regressar ao décimo primeiro lugar.

O sétimo lugar de Grosjean combinado com o décimo primeiro de Gutiérrez marca o melhor resultado colectivo da Haas F1 Team esta temporada.

Com nove dos vinte e um rounds do calendário disputados, a Haas F1 Team prossegue no oitavo lugar do Campeonato de Construtores, tendo agora vinte e oito pontos. Está a quatro pontos da McLaren, a sétima classificada, e com vinte e dois de vantagem para a Renault, a nona classificada.

Lewis Hamilton venceu o Grande Prémio da Áustria, mas o triunfo teve como preço um toque na última volta com o seu colega de equipa da Mercedes, Nico Rosberg. Hamilton conquistou a sua quadragésima sexta vitória na Fórmula 1, a sua terceira da temporada e a primeira no Red Bull Ring, ao passo que Rosberg terminou no quarto lugar.

Hamilton cruzou a linha de meta com uma vantagem de 5,719s para Max Verstappen, o segundo classificado. Esta vitória aproximou o duo da Mercedes na luta pelo campeonato, dado que Hamilton recuperou treze pontos face a Rosberg. Rosberg continua a liderar o Campeonato de Pilotos, mas a sua margem para Hamilton é agora de onze pontos, quando há ainda mais de metade da temporada de Fórmula 1 por disputar.