GP Brasil F1 2016: Renault é a marca oficial, com 49 veículos...

GP Brasil F1 2016: Renault é a marca oficial, com 49 veículos de apoio

Nas pistas, a velocidade será a principal marca da Renault Sport no GP Brasil F1. Fora delas, a versatilidade e robustez dos veículos também tem destaque.

83

Dentro das pistas, a velocidade será a principal marca da equipa Renault Sport no GP Brasil de Fórmula 1. Fora delas, a versatilidade e robustez da gama de veículos da fabricante também tem destaque assegurado. Isto porque a Renault disponibilizou 49 veículos para funções de apoio na realização do mais importante evento do calendário automobilístico brasileiro. Os carros e comerciais leves da marca estarão disponíveis já durante os treinos, que se iniciam nesta Sexta-feira (11), e durante a corrida, que será realizada no Domingo (dia 13), no autódromo de Interlagos, em São Paulo.

“Um evento tão complexo quanto um Grande Prémio de Fórmula 1 tem uma série de demandas que ocorrem paralelamente à realização da corrida. A Renault conta com uma gama ampla e versátil, capaz de atender qualquer necessidade dos organizadores do GP Brasil. O nosso histórico dentro de várias competições e da própria Fórmula 1 torna essa parceria ainda mais importante”, afirma Bruno Hohmann, director de Marketing da Renault.

O destaque fica para o Koleos, SUV topo de gama e um dos destaques da marca no Salão do Automóvel de São Paulo, com duas unidades disponíveis para realizar transportes entre o heliporto e os HCs. O veículo é um dos lançamentos da Renault para o mercado brasileiro em 2017. O restante da frota é composto pelo desportivo Sandero R.S. 2.0, o sedã Fluence, o SUV Duster e a inovadora picape Duster Oroch. Além dos veículos de passeio, a Renault também disponibilizará furgões da linha Master, líder de mercado no Brasil, para o transporte de passageiros.

O Grande Prémio Brasil de Fórmula 1 também será espaço para a mobilidade zero emissão de poluentes. A Renault, maior força mundial na comercialização de veículos eléctricos, com cerca de 350 mil unidades vendidas em todo o mundo, também disponibilizou à organização do evento um ZOE e três unidades do compacto Twizy – um citycar já à venda em 35 países.

Estrela cadente

A história de conquistas da Renault no universo da velocidade consagrou, ao longo dos anos, pilotos e diversos veículos. Um desses carros lendários estará exposto no HC da fabricante no autódromo de Interlagos, onde a Renault irá receber os seus convidados para os dias de treino e competição. Trata-se do Étoile Filante, ou Estrela Cadente, em português.

Construído em estrutura tubular de aço, o Étoile Filante tem carroçaria de fibra de vidro, o que garante peso reduzido, de apenas 900 quilos, impulsionados por um motor turbo de 270 cv, capaz de chegar a 28 mil rotações por minuto. O veículo bateu nada menos que quatro recordes de velocidade registados em 1956, no tradicional lago salgado de Boneville (Estados Unidos). Passados 60 anos, duas dessas marcas ainda não foram batidas. O modelo exposto no GP Brasil foi adaptado e hoje conta com motor eléctrico.