Fórmula E 2017: DS Virgin Racing fez a volta mais rápida no...

Fórmula E 2017: DS Virgin Racing fez a volta mais rápida no ePrix do Mónaco

Sam Bird foi o autor da volta mais rápida no ePrix do Mónaco 2017, conquistando 1 ponto para os Campeonatos de Pilotos e Equipas. Esta foi a única consolação da corrida do passado fim-de-semana, já que ambos os pilotos se viram envolvidos em incidentes logo no início da prova

38

Após os resultados prometedores em ambas as sessões de treinos, com os dois pilotos da DS Virgin Racing a classificarem-se entre os cinco mais rápidos, a equipa alimentou grandes esperanças para o dia. Contudo, nenhum dos pilotos conseguiu obter a temperatura ideal nos pneus dos seus carros, acabando por se qualificar fora desse grupo, com José Maria Lopez a arrancar do 7º lugar da grelha e Sam Bird do 10º.

Ainda com o caos do ePrix de Móncado de 2015 bem fresco na memória, equipas e pilotos estavam bastante preocupados com os potenciais acidentes na primeira curva. Embora este ano as coisas não tenham sido tão dramáticas, a confusão gerada no lado interior dessa curva 1 fez com que Lopez fosse abalroado por trás, fazendo-o colidir com o carro da frente, danificando ambas as asas dianteira e traseira. Já Bird conseguiu aproveitar da melhor forma a confusão e subiu ao 7º lugar.

Imprimindo um andamento rápido e pressionando Engel, Bird roçou no muro à saída da chicane da piscina e danificou a suspensão, sendo obrigado a parar nas boxes. A equipa fez um excelente trabalho, reparando a suspensão mesmo no pit-lane, mas com as voltas ao circuito a cumprirem-se em menos de um minuto, Sam voltou à corrida com três voltas de atraso para os comandantes. Por sua vez, López entrou nas boxes pouco depois de Sam ter saído, cumprindo as ordens dos comissários para reparar as asas danificadas pelo embate na primeira curva.

Em resultado do atraso de três voltas, Sam mudou de estratégia e focou-se em obter a volta mais rápida, feito que alcançou na 24ª volta. Lopez também optou pela mesma mudança de estratégia e regressou às boxes na 43ª volta para fazer afinações na asa dianteira e ajustar a pressão dos pneus, de forma a optimizar as suas hipóteses de sucesso. O argentino rubricou depois uma sucessão de voltas muito rápidas, aproximando-se do ritmo de Bird, tendo conseguido mesmo ficar a um décimo de segundo do melhor tempo do seu colega de equipa.



Comentários

Sam Bird
“Foi um dia duro. Tive problemas com os pneus traseiros desde o início da corrida, mas consegui um bom arranque. Quando tudo parecia estar a correr bem, os pneus traseiros sobreaqueceram e entrei em forte sobreviragem. Sabia que a corrida ficava por ali, porque estávamos com três voltas de atraso e nunca iríamos conseguir pontuar. Portanto, a única opção foi procurar a volta mais rápida. Felizmente, conseguimos 1 ponto”.

‘Pechito’ Lopez
“Queria ter feito uma corrida limpa, pois estive muito bem em ambos os Treinos Livres, sem cometer erros. Penso que temos de trabalhar mais um pouco no sentido de perceber melhor o carro, mas julgo que temos todo o potencial para estarmos no top-3. É só uma questão de termos tudo alinhado”.

Alex Tai – Director da equipa
“A equipa fez um excelente trabalho quando os dois pilotos vieram às boxes, um logo a seguir ao outro, tendo conseguido efectuar as reparações necessárias. Estamos satisfeitos por termos obtido a volta mais rápida e pela conquista de mais 1 ponto, mas foi uma corrida frustrante. Mais uma vez, o nosso ritmo merecia um resultado melhor. Em Paris, vamos lutar arduamente pelos resultados que sabemos estarem ao nosso alcance”.

Xavier Mestelan Pino – Director da DS Performance
“A nossa preparação correu bem até ao final dos Treinos Livres 2 e os pilotos estavam bastante satisfeitos com o carro. O nosso objectivo, em termos de qualificação, era evitar erros e posicionármo-nos no 7º e 10º lugares. Na sequência dos incidentes em pista, ambos os pilotos optaram por uma estratégia de volta mais rápida. Foi um fim-de-semana frustrante, pois sabíamos que tínhamos o potencial para fazer uma boa corrida, mas, por vezes, nada parece correr como devia. Agora, a nossa prioridade está na prova em casa, o ePrix de Paris, que é já para a semana. E é para lá que avançamos em força”.

Resultados

Mónaco ePrix
1º Sébastien BUEMI
2º Lucas DI GRASSI
3º Nick HEIDFLED
4º Nelson PIQUET JR
5º Maro ENGEL

NC José Maria Lopez
NC Sam BIRD

Campeonato – Pilotos
1º Sébastien BUEMI, 104 pontos
2º Lucas DI GRASSI, 89
3º Nicolas PROST, 47
4º Jean-Eric VERGNE, 40
5º Sam BIRD, 34

14º José María LOPEZ, 10

Campeonato – Equipas
1º Renault e.dams, 151 pontos
2º ABT Schaeffler Audi Sport, 115
3º Mahindra Racing, 60
4º TECHEETAH, 45
5º DS Virgin Racing, 44