Fórmula E 2016: DS Virgin quer concretizar o seu potencial em Marraquexe

Fórmula E 2016: DS Virgin quer concretizar o seu potencial em Marraquexe

Na sequência de uma prestação encorajadora em Hong Kong, a DS Virgin está determinada em marcar pontos nas ruas de Marraquexe, palco da 2ª jornada da FormE.

62

Na sequência de uma prestação encorajadora em Hong Kong, a DS Virgin Racing está determinada em marcar pontos nas ruas de Marraquexe, palco da 2ª jornada da temporada de 2016-2017 do Campeonato de Fórmula E da FIA. Para a estreia da disciplina no continente africano, a equipa espera tirar partido da competitividade do seu monolugar DSV-02 e dos seus pilotos.

A DS Virgin parte para Marraquexe com uma enorme determinação, após um primeiro encontro em Hong Kong onde não marcou pontos. José María López e Sam Bird qualificaram-se então na segunda fila da grelha de partida, mas nenhum dos dois pilotos conseguiu concretizar essa vantagem no final da corrida. Toda a equipa está, assim, concentrada nesta segunda jornada, numa estreia da Fórmula E em África.

Muitos dos elementos da DS Virgin Racing conhecem já o traçado marroquino.

“Corri e venci aqui por três vezes no WTCC”, sublinha José María López. “É um traçado um pouco estreito, mas um monolugar de Fórmula E é menos volumoso que um carro do WTCC. Deverá ser uma bela batalha!”

Tal como o piloto argentino, também alguns engenheiros da equipa têm experiência do Circuito de Marraquexe, onde alcançaram várias vitórias, o que deverá constituir uma vantagem. Os testes em simulador revelaram que os Fórmula E deverão atingir uma velocidade máxima de 210 km/h, ou seja, mais 5 km/h do que os carros do WTCC.

É um traçado radicalmente diferente do de Hong Kong, com um total de 12 curvas, contra nove da pista asiática, medindo mais 500 metros em perímetro. Aquele que é o circuito mais longo da temporada exige ainda outros desafios, como o de se adoptar uma boa estratégia de preservação das baterias. Em Hong Kong, Sam Bird fez-se notar pela sua capacidade de poupar energia, liderando a corrida durante várias voltas, antes da troca de monolugar.

Mas a pista não será o único factor em que a estratégia terá um importante papel. O ePrix de Marraquexe é organizado durante a COP22, cimeira que reúne líderes mundiais na luta contra o aquecimento global. Em paralelo, a DS Virgin Racing fará uma conferência sobre inovação, no dia 10 de Novembro, frente à sua boxe, com a presença de peritos em veículos eléctricos e em tecnologias sustentáveis.

“Já fomos ao espaço, voámos com biocarburantes e fomos os primeiros a fazer uma volta ao mundo a solo e sem escalas. A Virgin é uma empresa que acelera o processo de desenvolvimento sustentável”, relembra Alex Tai, Director da Equipa.

No plano desportivo, ‘Pechito’ e Sam Bird chegam a Marrocos com o objectivo de fazerem esquecer a jornada de Hong Kong.

“Para mim, agora é que estamos a iniciar o nosso Campeonato. É preciso marcar pontos!”, reforça o piloto britânico.

A equipa anseia, assim, por esta oportunidade para se colocar nos lugares da frente.

Para participar plenamente nos sucessos da DS Virgin Racing neste início de temporada, todos podem votar para atribuir um ‘FanBoost’ a Sam Bird ou a José María López, processo que decorre através da aplicação oficial no site www.fiaformulae.com/fanboost ou ainda do Twitter ou Instagram, bastando enviar o hashtag #Fanboost seguido de #SamBird ou de #JoseMariaLopez.

Na temporada passada, a DS Virgin Racing foi a equipa que mais #Fanboost recebeu.

FIA Fórmula E 2016-2017 – Marraquexe

Sábado 12 Novembro 2016
* 08:00 – Treinos livres 1 (45 min.)
* 10:00 – Treinos livres 2 (30 min.)
* 12:00 – Qualificações
* 16:05 – Corrida
(Nota: mesma hora que em Portugal)