FIA WEC 2016: Pipo Derani termina com uma das melhores performances

FIA WEC 2016: Pipo Derani termina com uma das melhores performances

A bordo do #31 Tequila Patrón Ligier JS P2-Nissan, Pipo foi novamente destaque na conquista do quarto lugar na etapa, assegurando a quarta posição para a equipa na classificação final da LMP2.

55

O piloto brasileiro Pipo Derani, de 23 anos, exibiu uma das suas melhores performances na temporada do FIA WEC (Campeonato Mundial de Endurance), no último Sábado (dia 19), na disputa das 6 Horas do Bahrein.

A bordo do #31 Tequila Patrón Ligier JS P2-Nissan, Pipo foi novamente destaque na conquista do quarto lugar na etapa, assegurando a quarta posição para a equipa na classificação final da LMP2. Foi um final muito positivo para o piloto brasileiro, que este ano venceu as 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring, além de ter conquistado quatro pódios no FIA WEC.

Derani iniciou a disputa das 6 Horas do Bahrein ao cair da tarde na pista que recebe o GP do Bahrein de F-1 e, imediatamente, conquistou várias posições. Na sequência, o companheiro Ryan Dalziel completou seu duplo stint e Derani voltou ao cockpit, registando várias voltas rápidas e, após uma bandeira amarela, assumiu a liderança com uma excelente estratégia da equipa ESM nas boxes.

Com a corrida entrando na sua hora final, o piloto Prata da equipa, Chris Cumming, assumiu o cockpit do Ligier, para cumprir o mínimo dos 75 minutos de corrida. Na liderança, Cumming não conseguiu defender-se dos pilotos Platina – Filipe Albuquerque, Rene Rast e Nicolas Lapierre – e caiu para a quarta posição. No entanto, foi uma disputa valente de toda a equipa, após uma estratégia criativa e suficiente para assegurar os pontos que colocaram a equipa em quarto na temporada.

“Tivemos uma corrida muito forte hoje, onde fizemos o máximo e mostrámos que podemos criar juntos uma nova estratégia para alcançar um resultado top”, declarou Derani. “O ritmo do carro era bom durante a prova e mostrámos que podemos lutar com os líderes e ficar à frente deles por alguns períodos”, continuou o piloto brasileiro.

“Antes da última paragem, estávamos 50 segundos à frente, o que é realmente muito bom, porque a competição este ano foi muito dura, com os pilotos classificados em termos diferentes”, lembrou.

“Foi outra grande apresentação e não houve erros. A temporada chega agora ao final e foi uma forma satisfatória de terminar a nossa campanha no WEC. Tenho de agradecer à equipa por este super ano. Eles foram formidáveis e foi um prazer correr com esta equipa e experimentar o sucesso que tivemos”, completou Derani.

Embora a temporada tenha terminado, o trabalho de Derani continua até ao final do ano, já que o piloto viaja para os Estados Unidos para continuar o seu trabalho como piloto de testes oficial da Onroak Automotive, que lançou recentemente o novo Ligier JS P217.




Resultado das 6 Horas do Bahrein (top-6 LMP2)

1º Brundle/Rast/Rusinov – G-Drive Racing (ORECA 05-Nissan)
2º Albuquerque/Gonzalez/Senna – RGR Sport by Morand (Ligier JS P2-Nissan)
3º Lapierre/Menezes/Richelmi – Signatech Alpine (A460-Nissan)
4º Cumming/Dalziel/Derani – Extreme Speed Motorsports (Ligier JS P2-Nissan)
5º Dillmann/Gelael/van der Garde – Extreme Speed Motorsports (Ligier JS P2-Nissan)
6º Chatin/Cheng/Tung – Baxi DC Racing Alpine (A460-Nissan)

Classificação final 2016 – LMP2

Pilotos
1º Lapierre/Menezes/Richelmi, 199 pts
2º Albuquerque/Senna/Gonzalez, 166
3º Rusinov, 162
4º Cumming/Dalziel/Derani, 116
5º Rast, 111
6º Brundle, 98

Equipas
1º Signatech Alpine, 199 pts
2º RGR Sport by Morand, 169
3º G-Drive Racing, 164
4º Extreme Speed Motorsports, 116
5º Extreme Speed Motorsports, 78
6º SMP Racing, 69
8º SMP Racing, 60