Taça CTT: FC Porto volta a empatar com Belenenses e a crise...

Taça CTT: FC Porto volta a empatar com Belenenses e a crise instala-se no Dragão

O FC Porto nunca tinha empatado 4 vezes consecutivas a zero, e para encontrarmos 5 empates seguidos tínhamos de recuar até ao ano de 1978,

69

O FC Porto empatou (0-0) com o Belenenses, em jogo a contar para a 1ª Jornada do Grupo B da 3ª Fase da Taça CTT, disputado esta 3ª Feira no Estádio do Dragão, na cidade invicta.

Depois de uma igualdade no Restelo, ocorrida no passado Sábado, os técnicos Nuno Espírito Santo e Quim Machado sentiram necessidade de mudar todo o esquema táctico das equipas para ver se as coisas desta vez aconteciam de forma diferente.

Em relação à formação que jogou em Belém, o técnico portista manteve apenas a dupla de centrais, enquanto o treinador dos “azuis” trocou 8 dos habituais titulares por outros elementos mais frescos fisicamente.

No entanto, cedo se percebeu que as alterações não iam dar em nada, pois Yacine Brahimi era o mais inconformado no meio-campo ofensivo do FC Porto, mas na frente Laurent Depoitre mostrava aquilo que já tinha mostrado a espaços, ou seja, muita lentidão de processos (teve uma excelente oportunidade depois de se isolar em plena grande área, mas deixa-se antecipar por um defesa do Belenenses) e fraca pontaria.

Até ao intervalo, destaque para a expulsão (quanto a nós, exagerada) de Benny, depois de uma entrada muito dura sobre Rúben Neves, que lançou a confusão perto dos bancos de suplentes.

Na segunda metade, o FC Porto entrou com os mesmos 11 elementos, mas rapidamente Nuno Espírito Santo foi ao banco e “resgatou” o jovem Rui Pedro e o espanhol Adrian Lopez.

Se Silvestre Varela e Laurent Depoitre não conseguiram marcar, os dois novos elementos do ataque portista fizeram o mesmo, ou melhor, Rui Pedro ainda conseguiu atirar ao poste, enquanto Yacine Brahimi continuava a ser o menos mau do FC Porto.

Assim, o FC Porto volta a “escorregar”, volta a empatar a zero, apesar desta vez ter marcado um golo (por intermédio de Felipe), que não contou, pois o defesa brasileiro estava em posição irregular (fora-de-jogo).

Este resultado é muito mau para o FC Porto, pois nunca (nunca, em mais de 100 anos de história) tinha empatado 4 vezes consecutivas a zero, e para encontrarmos 5 empates seguidos tínhamos de recuar até ao ano de 1978, ou seja, há quase 40 anos.

Quanto às contas da Taça CTT, que neste momento para os portistas pouco ou nada deve interessar (tamanha é a crise), o FC Porto e o Belenenses têm 1 ponto e esperam agora pelo encontro entre Feirense e Moreirense, que para além do interesse natural de um jogo de Futebol há também o interesse de ver a estreia de Augusto Inácio à frente da equipa técnica do Moreirense, muitos anos depois de ser campeão pelo Sporting e ter abandonado a carreira de treinador.