FC Porto vence Académica por 1-0 e vai à Luz com menos...

FC Porto vence Académica por 1-0 e vai à Luz com menos 3 pontos que o Benfica

17

O FC Porto recebeu e venceu a Académica de Coimbra, por 1-0, em encontro a contar para a 29ª Jornada da Liga NOS 2014/2015, disputado no Estádio do Dragão, na cidade invicta.

LigaNOS_1.jpgDepois da estrondosa vitória sobre o Bayern Munique, o técnico Julen Lopetegui poupou 9 dos habituais titulares, pois os próximos 2 confrontos (em Munique e na Luz) são de capital importância para os objectivos dos “azuis-e-brancos”.

Só Fabiano e Alex Sandro (que surpreendentemente jogou a central) mereceram a confiança do técnico, que deixou Danilo de fora, apesar do brasileiro não poder jogar na próxima 3ª Feira, frente ao conjunto bávaro.

Jackson Martinez, Ricardo Quaresma, Yacine Brahimi e Oliver Torres estavam no banco de suplentes para qualquer eventualidade, pois a luta pelo título nacional ainda está de pé, e era necessário uma vitória.

Apesar de ter apostado em Aboubakar, o técnico espanhol também colocou Hernâni na frente de ataque e em boa hora (para o FC Porto) o fez, pois o extremo foi determinante ao longo de toda a partida.

Aos 12 minutos abriu o marcador e pouco depois voltou a colocar dificuldades aos jogadores da defensiva da Académica, que não conseguiam parar o veloz atleta dos “azuis-e-brancos”.

Até ao intervalo, o FC Porto controlou o tempo e o resultado, apostando nos contra-ataques, já que Hernâni é um exímio jogador nesta “arte” de apanhar os adversários em contra-pé.

Na segunda metade, a Académica acreditou que podia chegar ao empate e José Viterbo pediu mais acutilância aos seus pupilos, que começaram a jogar melhor e a arriscar mais.

Aos 64 minutos, Iago teve uma excelente oportunidade para empatar, mas Fabiano negou os intentos do academista com uma grande defesa, deixando os (poucos) adeptos da Académica completamente incrédulos.

Até aos 70 minutos, os “estudantes” ainda criaram perigo perto da baliza contrária, mas depois perderam o “gás” e terminaram a partida de rastos e bem longe das redes defendidas por Fabiano.

Apesar da Académica não criar muito perigo, o técnico Julen Lopetegui apostou em Oliver Torres e Jackson Martinez, pois precisava de “sangue novo” no sector atacante (Aboubakar e Hernâni estavam esgotadíssimos).

“Cha, cha, cha” que viu Jonas aproximar-se perigosamente da liderança da lista dos Melhores Marcadores da competição ainda tentou aumentar a diferença entre si e o jogador do Benfica, mas Cristiano não deixou, com duas excelentes defesas.

O que fica para a história é a vitória do FC Porto, que continua na perseguição ao Benfica, a 8 dias do grande “clássico” na Luz, que poderá clarificar as contas do campeonato.

Já a Académica, com o desaire, mantém-se no 14º lugar, com 27 pontos, posição que pode perder se o V. Setúbal somar os 3 pontos na recepção ao Estoril, marcada para este Domingo.

Golos

1-0 Hernâni (12 minutos)

MVP da partida: Hernâni (FC Porto)

Jornalista: João Miguel Pereira