FC Porto sofre humilhação na Allianz Arena e é afastado da Champions

FC Porto sofre humilhação na Allianz Arena e é afastado da Champions

31

O FC Porto perdeu, esta 3ª Feira, com os alemães do Bayern Munique, por 6-1, em jogo a contar para a 2ª Mão dos Quartos-de-Final da Liga dos Campeões, disputado no Estádio Allianz Arena, na Alemanha.

Liga dos Campeões_6.jpgA equipa “azul-e-branca” partia em vantagem, mas 40 minutos desastrosos deitaram tudo a perder, pois o Bayern aproveitou as fragilidades dos “dragões” e marcou 5 golos de rajada.

Thiago Alcântara, Boateng, Thomas Muller e Robert Lewandowski, com um “bis”, arrumaram a questão na primeira parte e não deixaram que o FC Porto reagisse, pois o golpe foi rude demais.

O FC Porto não fez um único remate na primeira parte, e Manuel Neuer apenas afastou a bola para longe quando os seus colegas a passavam, para iniciar um lance de ataque.

Na segunda metade, o FC Porto foi mais forte, mas porque o Bayern tirou o pé do acelerador; Ricardo entrou para o lugar de Diego Reyes (que substituiu o castigado Danilo), mas o “poder de fogo” não se alterou.

Aos 70 minutos, Julen Lopetegui percebeu que o cenário não se iria modificar e aproveitou para começar a pensar no “clássico” com o Benfica, retirando Ricardo Quaresma e Yacine Brahimi.

Pouco depois, Jackson Martinez apontou o tento de honra da equipa portista e na jogada seguinte poderia ter relançado a eliminatória, mas falhou o remate quando estava em boa posição para alvejar a baliza de Neuer.

Apercebendo-se do susto, o Bayern “acordou” e rapidamente colocou a equipa portista em sobressalto, com um remate de Robert Lewandowski, que passou pertíssimo do poste esquerdo da baliza de Fabiano.

Já bem perto do final, Marcano comete uma falta sobre Thiago Alcântara e vê o segundo cartão amarelo, sendo expulso de imediato, para desespero de Julen Lopetegui, que protestou fortemente e também recebeu ordem de expulsão.

Na cobrança do livre directo, Xabi Alonso (especialista neste tipo de lances) marcou o 6º golo do Bayern e “selou” o resultado final, para grande alegria dos cerca de 60000 adeptos alemães que encheram por completo o anfiteatro do clube bávaro.

Esta derrota marca a despedida do FC Porto das competições europeias desta época, e iguala o recorde negativo de golos sofridos pela equipa portista, que há 37 anos não sofria tamanha humilhação.

Jornalista: João Miguel Pereira