Europeu de Pista Sub23 2017: Maria Martins a 1 ponto da Prata...

Europeu de Pista Sub23 2017: Maria Martins a 1 ponto da Prata em omnium

Maria Martins não resistiu a uma electrizante ponta final que deixou os primeiros lugares presos por poucos pontos, com excepção da primeira posição, ocupada com grande superioridade pela italiana Letizia Paternoster, que somou 137 pontos

32

Maria Martins - Europeu de Pista Sub23 2017 - OmniumA portuguesa Maria Martins teve hoje um desempenho exemplar na equilibradíssima competição de omnium para júniores femininas do Campeonato da Europa de Pista, terminando na sexta posição, mas apenas a um ponto da medalha de prata.

A corredora lusa voltou a entusiasmar os compatriotas que se deslocaram ao Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia. Maria Martins começou o concurso de omnium com o sétimo lugar em scratch, foi depois oitava na corrida tempo e segunda em eliminação. Chegou à corrida por pontos no sexto posto da geral.

Como os pontos conquistados na prova final são adicionados à geral de omnium, Maria Martins esperou pelo momento certo para atacar. Conquistou os 20 pontos inerentes a uma volta de avanço sobre o pelotão e ainda logrou pontuar em dois sprints intermédios. Esteve durante quase toda a corrida pontos no terceiro lugar provisório, mas não resistiu a uma electrizante ponta final que deixou os primeiros lugares presos por poucos pontos. A excepção foi mesmo a primeira posição, ocupada com grande superioridade pela italiana Letizia Paternoster, que somou 137 pontos.

A segunda classificada foi a ucraniana Olha Kulynych, com 115 pontos, tantos como a terceira, a russa Maria Novolodskaya, e a quarta classificada, a belga Shari Bossuyt. Maria Martins foi sexta, com 114, em igualdade pontual com a quinta classificada, a representante de França Valentine Fortin, numa classificação com um equilíbrio muito pouco visto.

João Dinis também correu a competição de omnium para júniores, conseguindo a 12ª posição entre 20 participantes, numa prestação pautada pela garra que colocou na pista e que lhe valeu como melhor resultado entre as quatro corridas de omnium o quinto posto em eliminação.

Portugal esteve ainda representado na categoria de sub-23. Soraia Silva e Miguel do Rego, dois estreantes neste escalão, participaram nas finais directas de corrida por pontos. No sector masculino, Miguel do Rego fez uma primeira parte de corrida de bom nível, pontuando em dois sprints. No entanto, com o evoluir da prova de 160 voltas, o corredor luso não voltou a passar nas quatro primeiras posições em qualquer sprint, acabando, por isso, na 14ª posição, com 4 pontos.

A corrida por pontos para sub-23 masculinos assistiu a uma prestação extraordinária do dinamarquês Niklas Larsen. O medalhado olímpico no Rio de Janeiro – na disciplina de perseguição por equipas – teve um comportamento exemplar, terminando com 103 pontos, mais 27 do que o britânico Ethan Hayter e mais 31 do que o irlandês Mark Downey, segundo e terceiro, respectivamente.

Soraia Silva teve um desempenho menos vistoso, não conseguindo pontuar, mas logrando manter-se sempre no pelotão principal da corrida por pontos feminina. Acabou na 13ª posição entre 14 participantes. A alemã Tatjana Paller, terceira no ano passado, chegou agora à medalha de ouro, com 55 pontos, mais 12 do que a olímpica dinamarquesa Amalie Dideriksen e mais 13 do que a britânica Mannon Lloyd, que a acompanharam no pódio.

Portugal esteve ausente das disciplinas de velocidade, que hoje coroaram três campeões europeus. Na velocidade individual para sub-23 femininas, a ucraniana Olena Starikova recorreu à astúcia e a uma leitura táctica invulgares para subir ao lugar mais alto do pódio, relegando a alemã Pauline Grabosch para o segundo posto e a holandesa Hetty van der Wouw para o terceiro lugar.

Em velocidade individual para júniores masculinos triunfou o francês Rayan Helal, que suplantou o russo Dmitry Nesterov na luta pela medalha de ouro. O terceiro foi outro representante da Rússia, Pavel Perchuk.

A França venceu ainda a outra prova destinada a júniores especialistas em velocidade, o contra-relógio de 500 metros para femininas. Mathilde Gros foi a mais forte de todas as concorrentes, com 34,735 segundos, uma vantagem de apenas 63 milésimos sobre a alemã Lea Friedrich. A terceira foi a britânica Lauren Bate.

O Campeonato da Europa de Pista para Sub-23 e Júniores prossegue neste Sábado, em Sangalhos, Anadia. Há provas entre as 9h30 e as 12h20 e entre as 16h00 e as 21h13. A Equipa Portugal vai ter quatro representantes. Rui Oliveira e Soraia Silva estarão em pista ao longo de vários momentos do dia, nas competições sub-23 de omnium. Durante a tarde, os júniores Maria Martins e José Sousa participam na corrida por pontos.

Todo o programa deste Sábado pode ser visto em directo no canal da Federação Portuguesa de Ciclismo no YouTube: youtube.com/FedPortCiclismo