Europeu de Pentatlo Moderno: Selecção Portuguesa estagia em Caldas da Rainha

Europeu de Pentatlo Moderno: Selecção Portuguesa estagia em Caldas da Rainha

Caldas da Rainha volta a receber a Selecção Nacional Sub-19 de Pentatlo Moderno para o Campeonato da Europa, agendado entre 29 de Agosto e 3 de Setembro.

38

Federação Portuguesa de Pentatlo ModernoA Selecção Portuguesa de Pentatlo Moderno regressa este fim-de-semana a Caldas da Rainha para iniciar o estágio de preparação para o Campeonato Europeu de Pentatlo Moderno no escalão de Sub-19, depois de manter intactos os objectivos traçados para a participação dos atletas nacionais nos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires.

No passado fim-de-semana os portugueses voltaram a mostrar argumentos para ombrear com a elite europeia da modalidade, ao registar resultados bastante promissores na qualificativa Europeia sub-19.

No sector masculino, Hugo Morais (ECCPM Caldas da Rainha) foi o melhor português em prova, conquistando a oitava posição entre 37 atletas de 16 países, seguido por Vasco Coelho (AONDA Azeitão), no 15º lugar, por Eduardo Oliveira (ADBA Leiria) em 28º lugar, e por Ricardo Febra (ADBA Leiria), que concluiu a prova no lugar 35.

Já no sector feminino coube a Margarida Cardoso (AONDA Azeitão) a melhor classificação entre as portuguesas, ao fechar a prova no 24º lugar. Juliana Guerreiro (PCC Covilhã), na 30ª posição, Carlota Rezendes (ECCPM Caldas da Rainha) no lugar seguinte e Raquel Cardoso (PMP Pataias) com o 32º lugar final fechou a participação Lusa.

A Qualificativa Europeia de Pentatlo Moderno para os Jogos Olímpicos da Juventude apurou directamente os três primeiros classificados de cada prova: Giorgio Malan (Itália), Egor Gromadskii (Rússia) e Kamil Kasperczack (Polónia), respectivamente, ocuparam os três primeiros lugares do pódio masculino, enquanto na priva feminina o pódio foi conquistado pela húngara Michelle Gulya, em primeiro lugar, seguida pela espanhola Laura Heredia e por Beatrice Mercuri, de Itália.

O processo de luta pela qualificação para os JO’s da Juventude vai agora continuar em 2018, com o apuramento directo de mais seis atletas por género no Campeonato do Mundo (que se disputará em Portugal, em Abril, na cidade de Mafra) e, por fim, após a atribuição dos lugares nas restantes qualificativas continentais e de wildcards, as últimas seis vagas serão atribuídas aos atletas melhor colocados no ranking mundial que não tenham sido ainda apurados por uma das vias anteriores.

A cota de atletas para os Jogos Olímpicos da Juventude é de apenas 24 atletas por género e apenas um atleta por país pode ser qualificado, em cada género.



PARTILHAR