Europeu de Estrada 2017: Portugueses com tempos equilibrados em crono longo

Europeu de Estrada 2017: Portugueses com tempos equilibrados em crono longo

Apesar da inexperiência, Pedro Miguel Lopes e Pedro José Lopes souberam dosear o esforço. Pedro Miguel Lopes foi o 35º classificado, com 42m52s, enquanto Pedro José Lopes foi o 39º, com 43m13s

34

Pedro José Lopes - Europeu de Estrada 2017Os dois portugueses que participaram hoje no contra-relógio para júniores do Campeonato da Europa de Estrada, em Herning (Dinamarca), fizeram tempos aproximados, na primeira vez que disputaram um exercício individual tão longo.

A organização decidiu que os júniores e os sub-23 deveriam percorrer a mesma distância, resultando daí um contra-relógio de 31,5 quilómetros, distância a que os lusos nunca antes foram sujeitos.

Apesar da inexperiência, Pedro Miguel Lopes e Pedro José Lopes souberam dosear o esforço. Pedro Miguel Lopes foi o 35º classificado, com 42m52s, enquanto Pedro José Lopes foi o 39º, com 43m13s.

“No início não me senti muito bem, talvez pagando o esforço de ter competido no fim-de-semana passado. Na parte final já vinha a sentir-me melhor e consegui ultrapassar alguns adversários. Mas há que reconhecer que precisamos de trabalhar muito mais o contra-relógio”, admite Pedro Miguel Lopes.

“Foi uma prova muito longa e ainda por cima com vento forte. Estive sempre muito concentrado para perceber em que momentos devia aplicar-me mais, de modo a dosear as forças”, diz Pedro José Lopes.

Os nórdicos dominaram a prova. Venceu o norueguês Andreas Leknessund, com 39m16s, menos 14 segundos do que o dinamarquês Julius Johansen e menos 19 do que o belga Sébastien Grignard, que completaram o pódio.

“Era uma prova em que a resistência se revelava fundamental, porque o contra-relógio era muito extenso para júniores e ainda por cima estava vento lateral forte e havia alguns pequenos topos nas zonas mais técnicas, que exigiam capacidade de arrancar forte após as viragens”, explica o seleccionador nacional, José Poeira.

Os contra-relógios do Campeonato da Europa de Estrada terminam nesta Quinta-feira. Portugal terá três representantes nos últimos exercícios individuais. Gaspar Gonçalves vai competir na prova de sub-23. O lamecense parte às 11h48 portuguesas.

A Equipa Portugal apresenta-se com dois ciclistas nos 46 quilómetros do contra-relógio de elite. Rafael Reis arranca às 14h04 e Tiago Machado sai às 14h22 (horas de Portugal Continental). O objectivo passa por chegar ao top-10, numa corrida em que a concorrência será de peso.

A lista de inscritos conta, entre outros, com o belga Victor Campenaerts, o polaco Maciej Bodnar, o dinamarquês Martin Toft Madsen, o checo Jan Barta, o holandês Jos van Emden, o norueguês Edvlad Boasson Hagen, o austríaco Matthias Brändle, o italiano Filippo Ganna e o irlandês Ryan Mullen.