ETCC 2017: Fábio Mota na 2ª linha do Inferno Verde, apesar das...

ETCC 2017: Fábio Mota na 2ª linha do Inferno Verde, apesar das contrariedades

Apesar da falta de tempo de pista relativamente aos seus adversários, Fábio Mota mostrou-se rápido e consistente, garantindo o terceiro posto na grelha de partida para a primeira corrida de amanhã

58

Fábio Mota esteve hoje num elevado nível no dantesco circuito de Nurburgring – Nordschleife, onde se disputa este fim-de-semana a terceira ronda da Taça Europeia FIA de Carros de Turismo (ETCC), assegurando o terceiro posto apesar de algumas contrariedades.

O piloto português mostrou-se rapidamente bastante à-vontade no exigente traçado germânico, assegurando o segundo crono na sessão de testes oficiais, o que lhe abria boas perspectivas para o restante programa da etapa alemã da competição que se assume como a antecâmara do Campeonato do Mundo FIA de Carros de Turismo (WTCC).

Porém, na primeira sessão de treinos-livres uma transmissão partida quando simulava um arranque, acabou por o impedir de realizar qualquer volta, o que num circuito com 25,947 quilómetros e cento e setenta curvas, acabou por o prejudicar devido à falta de tempo em pista.

Fábio Mota não se deixou atemorizar, tendo nos treinos-livres de hoje assegurado o quarto crono, para na qualificação se bater pelas melhores posições na grelha de partida.

Apesar da falta de tempo de pista relativamente aos seus adversários, o piloto português mostrou-se rápido e consistente, garantindo o terceiro posto na grelha de partida para a primeira corrida de amanhã.

“Depois de tantas contrariedades nas primeiras provas e, inclusivamente, já aqui em Nurburgring, este era um resultado que todos nós na equipa merecíamos. O carro está competitivo e eu, apesar de não ter feito a primeira sessão de treinos-livres, estou cada vez mais adaptado ao circuito. É um bom resultado que nos permite ambicionar a boas classificações nas provas de amanhã”, apontou o piloto da Lein Racing, apoiada tecnicamente pela Lema Racing.

Para as corridas de amanhã, Fábio Mota está optimista e determinado em se bater pelas posições cimeiras, muito embora esteja ciente de que terá uma forte oposição pela frente.

“O resultado de hoje demonstra que estamos competitivos, mas podemos melhorar ainda um pouco o carro. É um circuito muito exigente e cheio de armadilhas, portanto, a concentração será determinante para podermos bater-nos com os nossos adversários, que estão mais fortes que nunca, e conquistarmos os resultados que o nosso andamento demonstra estarem ao nosso alcance”, sublinhou o piloto apoiado pela Würth, Sika, Projectiva, Serafim Marques, Turas, Plastoform, Wetor, Glassdrive, NSS e RM Tech.

As corridas serão realizadas amanhã, em concomitância com as provas do WTCC – 10h20 e 11h45 –, sendo emitido às 19h27 um resumo no Eurosport 2.