Enrique Rodriguez vence a Volta a Portugal do Futuro 2016

Enrique Rodriguez vence a Volta a Portugal do Futuro 2016

Enrique Rodriguez beneficiou da desistência do Camisola Amarela e colega de equipa, Miguel Florez, que abandonou a prova devido a forte indisposição.

376

O colombiano Enrique (Wilson) Rodriguez tornou-se, este Domingo, o vencedor da 24ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros. O corredor de 22 anos da equipa Boyaca – Raza de Campeones foi terceiro na Serra do Larouco, Montalegre, no fim da derradeira etapa da competição, mas beneficiou da desistência do Camisola Amarela e colega de equipa, Miguel Florez, que abandonou a prova devido a forte indisposição.

“O objectivo inicial da equipa era ganhar a prova. Os primeiros dias eram planos e tentámos perder o menor tempo possível. Conseguimos chegar à liderança [no dia anterior] com Miguel Florez e hoje, apesar de ele ter acordado bem, acabou por desistir. Felizmente conseguimos que a vitória ficasse na equipa,” disse satisfeito Wilson Rodriguez após a cerimónia de pódio, agradecendo a todos os que tornam possível estas deslocações à Europa onde diz que se aprende a ver e a fazer ciclismo de um modo muito mais profissional.

“O meu sonho é ir à Volta à França, quero fazer algo como o Nairo Quintana! Há uns tempos experimentei a bicicleta dele e estava praticamente boa para mim. Disse-me que um dia até poderíamos correr juntos e eu fiquei com esse sonho na cabeça. Graças a ele este é o primeiro ano que estamos a competir a sério na Europa, antes viemos aprender, porque é muito diferente da Colômbia, e agora queremos regressar para vencer provas”.

Os colombianos, à semelhança da jornada anterior, voltaram a evidenciar-se nesta tirada de 120 quilómetros entre Boticas e Montalegre com muita montanha no percurso. O vencedor da etapa foi Camilo Diagama (Boyaca-Raza de Campones), com Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros/Carglass) a dar tudo na subida final, para ganhar tempo na tentativa de ainda se aproximar do melhor classificado. O jovem da equipa dos ‘Seguros’ era à partida sexto da geral, a 56 segundos, e ao concluir atrás do vencedor da etapa terminou a Volta em segundo a 25 segundos de Rodriguez.

O terceiro da classificação geral foi Juan Lopez (Café Baque) que sai da prova como líder da classificação por Pontos envergando a Camisola Vermelha KIA. O domínio da Boyaca – Raza de Campeones, que tem como padrinho de equipa o corredor World Tour Nairo Quintana, traduziu-se na Camisola Amarela Liberty Seguros, mas também na vitória por equipas e na conquista de mais duas classificações. Armando Ortega foi o Rei da Montanha com a Camisola Castanha Cafés Delta e Camilo Cubides venceu o Prémio da Juventude, Camisola Branca RTP.

Amarela em dificuldades deu alento ao esforço português

Ainda o pelotão não tinha percorrido 30 quilómetros e o colombiano Miguel Florez, que envergava a Camisola Amarela dava os primeiros sinais de dificuldades. O corredor da Boyaca – Raza de Campeones indisposto foi ao carro de apoio, consultou o médico da prova e acabou por desistir. Luís Gomes (Liberty Seguros/Carglass) foi o mais combativo do dia, depois de andar fugido quase toda a etapa.

Durante alguns quilómetros ainda teve companhia, mas uma queda entre os fugitivos, do qual foi o único que saiu ileso, permitiu-lhe continuar a prova isolado. Apenas a cinco quilómetros da chegada, já em plena subida na Serra do Larouco, seria alcançado. Nos instantes finais da etapa o poderio trepador dos colombianos veio ao de cima e estava feita a história da derradeira etapa da 24ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros.