Empate (0-0) entre Benfica e FC Porto deixa tudo na mesma

Empate (0-0) entre Benfica e FC Porto deixa tudo na mesma

19

O SL Benfica não foi além de um empate (0-0) na recepção ao FC Porto, em jogo a contar para a 30ª Jornada da Liga NOS, disputado este Domingo no Estádio da Luz, em Lisboa.

Liga NOSO “clássico do título” como muitos apelidaram, acabou por ser um jogo fraco, sem interesse, porque as equipas preferiram não perder do que ganhar, o que é de estranhar, especialmente por parte do FC Porto.

Julen Lopetegui quis surpreender e deixou Hector Herrera e Ricardo Quaresma no banco de suplentes, apostando em Rúben Neves e Evandro, jogadores que só têm sido utilizados nesta recta final da competição.

Sem Sálvio (lesionado), Jorge Jesus lançou Talisca, deixando o holandês Ola John no banco de suplentes, algo que deixou muitos adeptos surpreendidos, pois o avançado brasileiro não tem estado bem quando é chamado pelo técnico “encarnado”.

Nos primeiros 45 minutos, a melhor ocasião de golo pertenceu ao colombiano Jackson Martinez, que em boa posição para alvejar a baliza de Júlio César atirou por cima da barra.

Neste mesmo período, o Benfica preocupou-se mais em defender e não efectuou qualquer remate digno desse nome às redes defendidas por Helton, outra novidade de Lopetegui depois da má exibição de Fabiano em Munique.

Na segunda metade, os “encarnados” arriscaram mais, mas não conseguiram alvejar a baliza portista; do outro lado, o FC Porto, já com Herrera e Quaresma em campo, também não conseguia acertar nas redes contrárias.

O jogo foi-se arrastando até final, e nos últimos minutos já ninguém quis arriscar, preferindo trocar a bola entre os vários jogadores, esperando que Jorge Sousa apitasse pela última vez.

Por falar no árbitro, convém dizer que fez uma bela exibição, mas também não teve grande trabalho; mostrou 9 cartões amarelos, apenas por algumas “picardias” ou perdas de tempo e não por faltas graves ou entradas mais duras.

O “clássico” acabou por não dar em nada, a não ser o facto de ter passado mais uma jornada com o Benfica na liderança, com 3 pontos de vantagem na tabela classificativa.

O FC Porto continua a sonhar com a conquista do título, mas agora terá de ganhar 4 pontos (perde no confronto directo) aos “encarnados” em 4 jogos, tarefa que não se adivinha fácil, mas não é impossível.

MVP da partida: Jackson Martinez (FC Porto)

Jornalista: João Miguel Pereira