Dunlop #ForeverForward 2016: Luta final de Moto2 e Moto3 em Valência

Dunlop #ForeverForward 2016: Luta final de Moto2 e Moto3 em Valência

Johann Zarco e Brad Binder foram os vencedores nas categorias de Moto2 e Moto3, respectivamente, enquanto a luta pelo segundo lugar continua activa.

43

O Campeonato Mundial de Moto2 e Moto3 da FIM termina este fim-de-semana em Valência (Espanha), chegando assim ao fim uma frenética temporada da Dunlop em ambas as categorias. Johann Zarco e Brad Binder foram os vencedores nas categorias de Moto2 e Moto3, respectivamente, enquanto a luta pelo segundo lugar continua activa.

O final do Campeonato Mundial da FIM nunca decepciona e este ano parece não ser excepção, tendo sido recheado de corridas emocionantes com novos recordes e pilotos a vencer pela primeira vez.

Classificação Dunlop #ForeverForward 2016

A corrida final para alcançar o esperado pódio do Prémio Dunlop #ForeverForward está mais renhida do que nunca. O piloto Fabio Di Giannantonio subiu 7 pontos em relação aos seus adversários, Lorenzo Petrarca e Fabio Spiranelli. Na primeira posição de Moto2 surge Isaac Vinales, embora as melhores prestações das últimas corridas tenham sido protagonizadas por Marcos Ramirez, que subiu 21 lugares em Sepang e 22 na Austrália, igualando a classificação Fabio Quartararo.

Classificações do Prémio Dunlop #ForeverForward (após 17 provas)

1º Fabio Di Giannantonio (Moto3), 109 pts
2º Lorenzo Petrarca (Moto3), 102
3º Fabio Spiranelli (Moto3), 102
4º Maria Herrera (Moto3), 97
5º Isaac Viñales (Moto2), 96
6º Xavi Vierge (Moto2), 95

Classificação completa de #ForeverForward

Corrida 18: Valência (Espanha) – 13 Novembro 2016
A ‘Comunitat Valenciana’ – O Circuito Ricardo Tormo é realizado num estádio com um estilo que permite visualizar todas as partes do circuito.

Curiosidades do Circuito de Valência
* Longitude: 4Km
* Curvas para a esquerda: 9
* Curvas para a direita: 5
* Nível energético: Medio
* Inclinação esquerda-direita: 65% / 35%

Melhores momentos de Valência 2015

Valência foi o cenário de uma corrida decisiva de Moto3, onde Danny Kent venceu o campeonato por 6 pontos.