Cristiano Ronaldo vence Globo de Ouro para Melhor Desportista Masculino

Cristiano Ronaldo vence Globo de Ouro para Melhor Desportista Masculino

O jogador, que conquistou o seu 8º Globo de Ouro bateu os também nomeados Fernando Pimenta (Canoagem), Madjer (Futebol de Praia) e Ricardinho (Futsal).

86

O futebolista português Cristiano Ronaldo venceu o Globo de Ouro para Melhor Desportista Masculino 2016, na gala Globos de Ouro, que decorreu este Domingo no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.

Podemos dizer que o atleta é “talhado” para vencer este prémio, pois é a 8ª vez que o leva para casa, ou melhor, que lhe é entregue em casa, pois CR7 nunca compareceu no Coliseu dos Recreios.

Os compromissos desportivos foram sempre os motivos que impediram a presença de Ronaldo, mas o jogador pede sempre a alguém que receba o prémio em palco e diga algumas palavras de agradecimento.

Já passaram pelo palco Kátia Aveiro (irmã do jogador) e Miguel Paixão (amigo de CR7 e também futebolista), mas este ano a responsabilidade foi dada a Fernando Santos, que viria a ser o grande vencedor da noite, ao receber dois prémios (tal como a fadista Carminho), mas um deles sendo o Prémio Mérito, Excelência e Carreira, o mais importante da gala.

No pequeno discurso feito após a entrega do Globo de Ouro, Fernando Santos referiu que Ronaldo agradece a todos aqueles que o têm ajudado e apoiado em 2016, que o melhor ano da sua carreira, pois foi campeão europeu de selecções com a camisola de Portugal, foi campeão mundial e europeu de clubes com a camisola do Real Madrid, foi considerado o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA e recebeu a Bola de Ouro, prémio dado pela revista francesa France Football ao jogador que mais se destaca durante o ano.



Breve biografia de Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro nasceu a 5 de Fevereiro de 1985, no Funchal. Tinha o sonho de brilhar nos relvados quando ainda era uma criança e jogava no Andorinha, um pequeno clube madeirense. Mais tarde, foi transferido para o Nacional, seguindo depois para o Sporting, onde se estreou em 2002. A perseguição deste sonho levou-o a deixar a família e a aventurar-se sozinho em Lisboa. As saudades e as dificuldades nunca o fizeram duvidar de que um dia iria ser considerado o melhor jogador do mundo.

Em 2003, quando tinha apenas 18 anos, Cristiano Ronaldo teve a sua primeira contratação de estrela ao trocar o clube verde e branco pelo gigante inglês Manchester United. Durante cinco épocas, o internacional português ganhou diversos títulos, destacando-se a conquista da Premier Ligue, da Liga dos Campeões na temporada 2007/08 e da Taça de Inglaterra.

Em relação à Selecção Portuguesa, Cristiano Ronaldo fez a sua estreia apenas algumas semanas depois de ter assinado contrato com o Manchester United, num jogo contra o Cazaquistão, em Agosto de 2003. O primeiro grande torneio de CR7 foi o Euro 2004, organizado por Portugal, durante o qual o futebolista ajudou a selecção a chegar à Final, onde acabaria por ser derrotada pela Grécia.

2008 foi o ano que colocou Cristiano Ronaldo entre os melhores jogadores de futebol de sempre. Nessa mesma temporada, o atleta madeirense ganhou o prémio da FIFA para melhor jogador do mundo e a Bola de Ouro.

No ano seguinte (2009), foi novamente nomeado pela FIFA para melhor jogador mundial, mas desta vez não levou o troféu para casa. Mas foi precisamente nesse mesmo ano, Cristiano Ronaldo viveu outro grande momento na sua carreira – a transferência milionária para o Real Madrid – sonho que tinha, aliás, desde criança. Por 94 milhões de euros – a transferência mais cara na história do futebol – o jogador passou a ser um dos “merengues”, ao lado dos quais conquistou em 2011 a Taça do Rei, já sob o comando de José Mourinho.

Já em 2012, Cristiano Ronaldo, melhor marcador do Real Madrid, festejou o 32.º título da equipa espanhola, depois de uma vitória frente ao Athletic Bilbau.
2013 voltou a ser um ano em grande para o internacional português. Em Setembro, entre especulações de uma possível saída do Real Madrid, Ronaldo renovou com o clube, tendo contrato até 2018.

Foi também pelo bom desempenho nesse ano que já no início de 2014 a FIFA lhe entregou a segunda Bola de Ouro da sua carreira, batendo os rivais Franck Ribéry e Lionel Messi. Na cerimónia, em que recebeu o prémio de melhor jogador do mundo das mãos de Pelé, o madeirense contou com a presença da então namorada, Irina Shayk, das irmãs, Katia e Elma, da mãe, Dolores Aveiro, e do filho, Cristianinho, que inclusivamente subiu ao palco com o pai, que não conseguiu conter a emoção.

Além disso, foi condecorado pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, numa cerimónia que decorreu no Palácio de Belém.

No dia 12 de Janeiro de 2015, o craque madeirense foi novamente agraciado com uma Bola de Ouro, a terceira da sua carreira, pelo trabalho ao longo do ano passado. E para receber o prémio da FIFA, entregue por Thierry Henry desta vez, Ronaldo contou novamente com a presença do filho, da mãe e do irmão, Hugo. Nesta cerimónia, a modelo russa Irina Shayk já não esteve ao lado do futebolista e dias depois confirmou-se que a relação de cinco anos tinha chegado ao fim.

No início de Outubro, o madeirense fez história no Real Madrid, ao tornar-se no melhor marcador do clube na sua sétima temporada em Espanha e no 308.º jogo oficial. Menos de duas semanas depois, o talento de CR7 volta a ser premiado, desta feita com uma Bota de Ouro, troféu que já tinha vencido três vezes. Voltou a fazer história pois foi o primeiro futebolista a alcançar a conquistar o galardão que distingue o melhor marcador da época nos campeonatos europeus quatro vezes. “Um momento muito bonito da minha vida desportiva. Receber a quarta Bota de Ouro é uma honra muito grande É um troféu muito importante para mim”, afirmou na altura Ronaldo antes de agradecer ao Real Madrid, aos colegas de equipa e aos técnicos com quem tem trabalhado, antes de deixar claro que quer sempre mais e está constantemente a pensar nos próximos prémios. Na plateia, o jogador voltou a ter a mãe e o filho.

2016 foi um ano de muitas emoções para o futebolista: contribuiu de forma decisiva para a vitória do Real Madrid na 11.ª Liga dos Campeões, tornou-se Campeão da Europa por Portugal (numa competição que decorreu em França), recebeu a quarta Bola de Ouro atribuída pela revista France Football e já no início deste ano foi eleito Melhor Jogador do Mundo pela FIFA

Foi também no ano passado que Ronaldo reencontrou o amor, ao lado da espanhola Georgina Rodríguez. O casal foi visto junto pela primeira vez em Outubro, durante um fim de semana romântico na Disneyland Paris, mas a relação só foi publicamente assumida na Gala da FIFA.

Refira-se que, além de brilhar nos relvados, o jogador também é um homem de negócios de sucesso. Em Julho inaugurou o hotel Pestana CR7 no Funchal e passados três meses apresentou ao mundo a sua segunda unidade hoteleira, situada na Rua do Comércio, em Lisboa.