Concerto humanitário do surfista João Kopke foi um sucesso

Concerto humanitário do surfista João Kopke foi um sucesso

As repercussões ainda se estão a sentir, com donativos para o Centro de Acolhimento para Refugiados ainda a chegar às mãos dos organizadores do evento

72

O concerto de canto lírico organizado pelo surfista-músico João Kopke, em conjunto com a irmã, Maria Kopke, foi um sucesso cujas repercussões ainda se estão a sentir, com donativos para o Centro de Acolhimento para Refugiados ainda a chegar às mãos dos organizadores do evento.

O evento simbólico, organizado de forma espontânea e praticamente sem meios, só possível com a boa vontade dos Kopke e de Joana Gaspar — que doou a sala, numa casa particular em Caxias —, teve a presença de quase 100 pessoas que puderam assistir à execução de peças de Puccini, Donizzeti, Verdi, Bizet e Mozart, entre outros, em quase duas horas de espectáculo.

“Estamos muito satisfeitos com o retorno desta iniciativa, que ainda não se esgotou, pois ainda estamos a receber donativos de várias pessoas, mesmo de quem não esteve presente no concerto. Só nos resta agradecer a todos. Aos que estiveram presentes e a todos os que ajudaram a fazer desta iniciativa uma minúscula vitória numa guerra que está a ser travada em várias frentes e que visa ajudar o maior número de pessoas possível”, afirmou João Kopke, em jeito de balanço