CNVT 2017: Veloso Motorsport defende liderança em Vila Real

CNVT 2017: Veloso Motorsport defende liderança em Vila Real

A Veloso Motorsport apresenta no Circuito de Vila Real a sua habitual formação de 3 carros: Francisco Mora, piloto que lidera o campeonato com um SEAT Leon TCR; a dupla Patrick Cunha e Rafael Lobato no novo Audi RS3 LMS TCR; e o conjunto Eduardo Leitão/João Carvalho, com o SEAT Leon DSG TCR

40

Veloso Motorsport - Next Race - Vila RealDepois de um fim-de-semana brilhante no Algarve, onde venceu e convenceu, a Veloso Motorsport apresta-se para voltar à acção, desta vez com a deslocação até ao Circuito Internacional de Vila Real, palco privilegiado para a terceira jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos/TCR e Troféu TCR Ibérico 2017.

A equipa da Póvoa do Lanhoso apresenta no circuito desenhado nas ruas da cidade transmontana a sua habitual formação de três carros: Francisco Mora, piloto que lidera o campeonato com um SEAT Leon TCR; a dupla Patrick Cunha e Rafael Lobato no novo Audi RS3 LMS TCR; e o conjunto Eduardo Leitão/João Carvalho, com o SEAT Leon DSG TCR.

“Para Vila Real a motivação está no topo, mas não penso em arriscar demasiado, até porque posso perder mais do que ganhar, já que pelas características do circuito, citadino e com poucas escapatórias, um toque e uma saída são normalmente muito penalizadoras. A inexistência de pontos de ultrapassagem torna a qualificação fundamental de forma a conseguir um bom lugar à partida e de poder estar na luta pela vitória”, referiu Francisco Mora.

“Estou confiante para esta prova, apesar de não conhecer bem o circuito actual, que difere em alguns pontos do traçado que conheci em 2009. Não foi um início de ano fácil, com o tempo que estive parado e as épocas que fiz nos GT, a dificultarem a minha adaptação a estes carros de turismo. Agora, já com duas provas disputadas, sinto-me cada vez mais à vontade com o Audi e por isso estou optimista para esta jornada, disputada num circuito em que os pilotos assumem um papel preponderante”, adiantou Patrick Cunha.

“Correr na minha terra e num circuito que conheço muito bem, não me deixa outra alternativa do que estabelecer os mais ambiciosos objectivos. Neste caso só poderia ter em mente vencer a minha corrida e esperar que o meu colega de equipa possa fazer o mesmo na dele. O apoio do público de Vila Real é entusiástico e se aumenta as minhas responsabilidades para não os desiludir, cria também uma grande força que pode ajudar na luta pela vitória. A minha experiência da corrida do ano passado nos TCR é uma preciosa ajuda, que espero aproveitar na plenitude este ano”, disse Rafael Lobato.

“Apesar de ser um circuito onde nunca andei e de ter pouco tempo nos treinos livres para o conhecer, tenho a convicção que pudemos obter um bom resultado em Vila Real. Queremos fazer ainda melhor do que em Portimão, num circuito que é talvez um dos que menos penaliza a caixa DSG que equipa o nosso carro. A motivação está no máximo e espero que isso se possa reflectir num bom resultado final”, sintetizou Eduardo Leitão.

“Temos grandes hipóteses de brilhar num circuito citadino, que promove o desempenho dos pilotos e isso pode-nos dar uma ajuda, para fazer face à maior experiência de grande parte da concorrência nesta pista. A exemplo do que acontece com o Eduardo, também para mim será uma estreia absoluta em Vila Real, mas nada que nos atemorize na procura por uma boa classificação final”, afirmou João Carvalho.

Horário do CNVT/TCR e TCR Ibérico 2017 – Vila Real

8.7.2017 – Sábado
* 10H40 – Treinos Livres 1 (30m)
* 14H20 – Treinos Livres 2 (30m)
* 17H35 – Qualificação (35m)

9.7.2017 – Domingo
* 11H50 – Corrida 1 (25m)
* 16H00 – Corrida 2 (25m)