CNVT 2016: Team Novadriver é vice-campeão nacional

CNVT 2016: Team Novadriver é vice-campeão nacional

Disputado no formato Super Sprint, o último CNVT/TCR Portugal no Estoril, saldou-se por dois 4º lugares e dois pódios (2ª posição) para o Team Novadriver.

72

Disputado no formato Super Sprint, o derradeiro Racing Weekend do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos (CNVT)/TCR Portugal, realizado este fim-de-semana no Autódromo do Estoril, saldou-se por dois quartos lugares e dois pódios (2ª posição) para o Team Novadriver.

Francisco Abreu e Manuel Gião, ao volante do Volkswagen Golf GTI TCR, não conseguiram o objectivo de alcançar o título. Nas duas primeiras corridas do fim-de-semana, disputadas bem cedo, o Team Novadriver não foi além de dois quartos lugares, com Francisco Abreu a ser prejudicado por outro concorrente na primeira manga e Manuel Gião a ser incapaz de chegar ao pódio. A parte da tarde foi bem mais positiva, com os dois pilotos a conquistarem pódios, no caso dois segundos lugares.

A natureza Super Sprint deste Racing Weekend do Estoril acabou por não ser favorável aos pilotos do Team Novadriver; com corridas muito curtas, algum tempo perdido na madrugada da corrida era impossível de recuperar na fase final, onde o VW Golf GTI TCR se mostrou sempre mais veloz que os adversários.

Contas feitas, Francisco Abreu e Manuel Gião, ao volante do VW Golf GTI TCR do Team Novadriver, sagraram-se vice-campeões nacionais.

“O fim-de-semana do Estoril acaba por ter um balanço final positivo, mesmo que as condições atmosféricas tenham tido influência no desfecho das duas primeiras corridas do Racing Weekend. Nas corridas disputadas à tarde, o nosso VW Golf GTI TCR esteve mais à vontade e estivemos próximo da vitória. Aqui, claramente, entrou em jogo o formato do campeonato com as provas Super Sprint curtas e pilotos que correndo a solo ficam com muito mais ritmo por não saírem do carro. As regras são o que são, mas a verdade é que são os detalhes que acabam por fazer a diferença.

Destaco ainda o facto de termos conseguido recuperar do quinto lugar do campeonato até à segunda posição, o que acaba por ser uma curta compensação para tudo o que fizemos ao longo do ano”, comentou César Campaniço, do Team Novadriver.