Ciclismo: Selecção de pista em França e Selecção de paraciclismo em Itália

Ciclismo: Selecção de pista em França e Selecção de paraciclismo em Itália

25

A Selecção Nacional/Liberty Seguros prepara-se para um fim-de-semana de grande actividade além fronteiras. A equipa de pista compete na região de Paris, na Sexta e no Sábado. A Selecção de paraciclismo vai disputar a etapa da Taça do Mundo que se realiza em Maniago (Itália).

Federação Portuguesa de CiclismoCom a aproximação do Campeonato da Europa de Pista de Sub-23 e Júniores, que vai realizar-se na Grécia, de 14 a 19 de Julho, intensifica-se a preparação dos corredores para lutarem pelos melhores resultados. É com esse objectivo que a Selecção Nacional/Liberty Seguros aborda o GP do Velódromo Nacional, na Sexta, e o GP Internacional do Velódromo de Saint-Denis, no Sábado.

O seleccionador nacional, Gabriel Mendes, convocou os sub-23 Rui Oliveira (Liberty Seguros/Carglass) e Miguel Amorim (US Créteil) e os júniores Pedro Preto e José Sousa (Bairrada). Os sub-23 vão competir nas provas de scratch, 1 km contra-relógio, pontos e madison, na Sexta, e nas disciplinas de scratch e pontos, no Sábado. Os júniores fazem as mesmas corridas que os sub-23 no Sábado e competem em scratch, pontos e 1 km contra-relógio na véspera.

A Selecção Nacional/Liberty Seguros de paraciclismo já rumou a Itália, onde irá participar, entre Sexta-feira e Domingo, na prova da Taça do Mundo. A delegação lusa, dirigida pelo seleccionador nacional de paraciclismo, José Marques, conta com os atletas Luís Costa (W52-Quinta da Lixa), de classe H5, José Castanheira (Penacova DH/UD Lorvanense), de classe C4, Carlos Santos e Telmo Pinão (W52-Quinta da Lixa), ambos de classe C2.

Na Sexta-feira, a partir das 8h00, cumprem-se as provas de contra-relógio. Os corredores de classe C2 vão cumprir 12,8 quilómetros, enquanto os restantes lusos terão de enfrentar 26,6 quilómetros. No Sábado, às 14h00, entre em liça Luís Costa, actual número 5 do ranking mundial na classe H5, para completar os 63,9 quilómetros da sua prova de fundo. No Domingo, a partir das 8h00, correm-se as provas nas restantes classes. Os corredores C4 vão completar 85,2 quilómetros e os C2 63,9 quilómetros.

O Luís Costa já deu mostras de que pode bater-se pelos primeiros lugares e é isso que tentaremos que consiga. Os restantes corredores vão lutar pela conquista de pontos, o que implica classificarem-se nos dez primeiros das suas classes”, esclarece José Marques.