Challenge Cup 2017: Tudo ou nada para SL Benfica e AJF Bastardo

Challenge Cup 2017: Tudo ou nada para SL Benfica e AJF Bastardo

As equipas de séniores masculinos da AJF Bastardo e do SL Benfica têm esta semana jogos decisivos quanto às suas aspirações nas competições europeias

43

As equipas de séniores masculinos da Associação de Jovens da Fonte do Bastardo e do Sport Lisboa e Benfica têm esta semana jogos decisivos quanto às suas aspirações nas competições europeias.

O SL Benfica é o primeiro a entrar em acção.

O jogo da segunda mão dos oitavos-de-final da Challenge Cup, a disputar em casa do Chaumont VB 52 (líder isolado da Liga Francesa), está agendado para amanhã, às 20h00 locais (19h00 em Portugal continental) e a equipa orientada por José Jardim tem de vencer por 3-0 ou 3-1 e, ainda, o Golden Set, dado que perdeu, na 1ª mão, disputada na Luz, pela margem máxima (0-3 22-25, 18-25 e 22-25).

Uma missão complicada, mas que é encarada com determinação por parte dos encarnados, pela voz de Flávio Soares, mais conhecido por Zelão.

“Sabemos que vai ser muito difícil, pois vamos jogar perante uma equipa de grande qualidade, mas estamos esperançados num bom resultado.
Estamos muito concentrados, motivados e com alguma ansiedade e muita vontade de nos colocarmos à prova mais uma vez”, reconheceu o central brasileiro em declarações à Benfica TV, salientando que “o apoio dos adeptos é fundamental e vai ser um jogo decisivo”.

“Pressão? Não! Treinamos e trabalhamos para isso e todos estamos motivados e com ambição de fazer um bom resultado”.

Se eliminar os gauleses, a equipa de José Jardim irá enfrentar nos quartos-de-final o vencedor do prélio entre os eslovacos do Spartak Myjava e os croatas do Mladost Zagreb.

Nas duas últimas edições da Challenge Cup, a formação encarnada alcançou o 2º (2015, vitória dos sérvios do Vojvodina NS Seme Novi Sad) e o 3º lugar (2016, eliminado nas meias-finais por aqueles que seriam os vencedores da prova, os italianos do Calzedonia Verona, actual equipa de Alexandre Ferreira).

Nos 16 avos-de-final, o SL Benfica eliminou – 3-2 (25-12, 25-18, 17-25, 26-28 e 15-10) na Luz e 3-2 (25-21, 23-25, 21-25, 32-30 e 15-12) na Suíça – os helvéticos do Biogas Nafels.

Os campeões nacionais estão na mesma situação, pois perderam (0-3: 23-25, 14-25 e 15-25) com os turcos do Galatasaray no jogo da 1ª mão, disputada no Complexo Desportivo Vitorino Nemésio, na Praia da Vitória, Ilha Terceira, nos Açores. Assim, na 2ª mão, agendada para Quinta-feira, às 18h30 de Istambul (15h30 em Portugal continental), a AJ Fonte do Bastardo tem de vencer por 3-0 ou 3-1 e o Golden Set.

Nos 16 avos-de-final, os açorianos, orientados por João José, eliminaram os romenos do Tricolorul LMV Ploiesti no Golden Set: (1-3: 22-25, 22-25, 25-23, 13-25, com 15-12 no Set Dourado). Na 1ª mão, os açorianos tinham vencido, na Praia da Vitória, por 3-1 (24-26, 25-13, 25-22 e 26-24).

Se ultrapassar os otomanos, a equipa orientada por João José vai encontrar nos quartos-de-final o vencedor da eliminatória entre os checos do Jihostoj Ceske Budejovice e os israelitas do Maccabi Tel-Aviv, antiga equipa de Valdir Sequeira.