CD da FPF instaura 6 processos disciplinares devido a uma queixa do...

CD da FPF instaura 6 processos disciplinares devido a uma queixa do Sporting

Os processos foram instaurados a Rui Costa, Rui Vitória, Paulo Gonçalves , ao próprio Artur Soares Dias, e aos Delegados da Liga presentes no encontro (Rui Manhoso e Manuel Castelo)

60

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu esta 5ª Feira, 6 processos disciplinares, todos devido a uma queixa apresentada pelo Sporting.

Os “leões” entendem que houve coação ao árbitro Artur soares Dias praticada por elementos do Benfica no intervalo do recente “derby eterno”, realizado no Estádio José Alvalade II, em Lisboa.

Os processos foram instaurados a Rui Costa (Administrador da SAD do Benfica), Rui Vitória (Treinador do Benfica), Paulo Gonçalves (Assessor Jurídico da SAD do Benfica), ao próprio Artur Soares Dias, e aos Delegados da Liga presentes no encontro (Rui Manhoso e Manuel Castelo).

À queixa documental, o Sporting juntou algumas imagens do túnel de acesso aos balneários, considerando que estas são claras e mostram uma clara coação dos elementos “encarnados” ao árbitro portuense.

Na mesma reunião do CD foi decidido instaurar um processo disciplinar a Luis Filipe Vieira (Presidente do Benfica) pelas declarações proferidas na zona mista do Estádio José Alvalade II depois do “derby eterno”.

Vieira disse na altura que Bruno de Carvalho (Presidente do Sporting) era “igual” a João Vale e Azevedo, ex-Presidente do Benfica, que se encontra preso devido a vários processos ilícitos.

O CD da FPF informou também que todas as queixas e decisões do organismo foram enviadas para a Comissão de Instrução e Inquéritos da LPFP, que irá decidir os eventuais castigos.