Campeões da Europa e do Mundo homenageados na Mealhada

Campeões da Europa e do Mundo homenageados na Mealhada

121

Teve lugar esta segunda-feira na Mealhada uma homenagem aos campeões da Europa de Sub-17 e campeões do Mundo de Sub-20. Promovida pela autarquia da Mealhada, esta iniciativa pautou pela boa disposição e pelo convívio entre os atletas. Com a presença de atletas, equipa técnica e demais integrantes das respectivas comitivas, a homenagem, aberta ao público, contou com a presença do presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Dr. Rui Marqueiro, e de atletas do Hóquei Clube da Mealhada.

Para o Dr. Guilherme Duarte, vice-presidente para o Desporto da Câmara Municipal da Mealhada, esta homenagem era devida e justa.

“Há uma simbiose perfeita com a FPP. O concelho tem a oportunidade de mostrar as suas valências e potencialidades e, ao mesmo tempo, através da FPP, de colher frutos óptimos”, referiu o executivo aludindo às conquistas.

“Sentimos que com as fantásticas instalações que colocámos à disposição colaboramos com as pessoas que são capazes, competentes e com os atletas valiosos que temos”, concluiu.

Do lado dos homenageados, Diogo Seixas, capitão de equipa dos sub-20, agradeceu em nome de todos o convite e desejou mais títulos.

“Sentimo-nos em casa no Luso. Acolhem-nos sempre muito bem e é aqui que tudo começa. Os nossos títulos também são de todas estas pessoas que nos ajudam ao longo das semanas que passamos aqui. Esta homenagem deixa-nos muito honrados e agradecidos. Venham mais títulos”, referiu.

Por sua vez, Tomás Pereira, capitão dos sub-17, recordou um dos momentos mais importantes da sua carreira.

“É sempre bom vir ao Luso ainda para mais com a Selecção. Esta homenagem motiva-nos a trabalhar ainda mais para repetir estes momentos”, disse o capitão.

O título europeu de sub-17, conquistado no Luso, vila do concelho da Mealhada, foi o 13º de Portugal no escalão. Já os sub-20 garantiram o ceptro Mundial em Vilanova i la Geltrù, Catalunha, o terceiro da história lusa numa competição que ainda só teve sete edições.

PARTILHAR