Liga NOS: CA entende que árbitro “agiu bem” no lances polémicos do...

Liga NOS: CA entende que árbitro “agiu bem” no lances polémicos do último derby

No lance de Pizzi, "a acção é involuntária e acidental pelo que a mesma não constitui infracção", e o lance de N. Semedo é de "difícil análise e julgamento"

27

Os lances duvidosos de mão na bola nos vários jogos da Liga NOS foram o tema principal da reunião entre o Conselho de Arbitragem e os clubes profissionais, que decorreu esta 4ª Feira na sede da LPFP, no Porto.

Recorde-se que este encontro foi marcado na semana passada, depois da arbitragem polémica de Rui Oliveira no jogo V. Setúbal – Sporting, que ditou a eliminação dos “leões” da Taça CTT, e das ameaças de morte feitas a Artur Soares Dias, alegadamente por pessoas pertencentes à claque Super Dragões.

No entanto, Benfica, Sp. Braga e FC Porto faltaram à reunião, enquanto o Sporting apenas se fez representar através do advogado do clube, que não interveio nas discussões.

Dos vários lances mostrados e analisados, o destaque vai claramente para aqueles que aconteceram no derby entre Benfica e Sporting (ficaram dois penalties por marcar, depois de Pizzi e Nelson Semedo terem cortado lances perigosos com os braços em plena grande área).

No entanto, o CA entende que o árbitro agiu bem no lance de Pizzi, pois “a acção é involuntária e acidental pelo que a mesma não constitui infracção”, e que o lance de Nelson Semedo é de “difícil análise e julgamento, tendo que se dar o benefício da dúvida”.

Quanto a outro jogo polémico, o D. Chaves – FC Porto a contar para a Taça Placar, o CA revela que os portistas têm razão ao reclamar uma grande penalidade a seu favor, pois “a acção constitui infracção”.

Os outros lances não suscitaram dúvidas, nem discussões acaloradas por parte de adeptos e simpatizantes, mas também se registaram alguns erros, que segundo o CA devem ser bem analisados para que não se voltem a repetir.