Benfica vence Nacional por 3-1 e continua na liderança da competição

Benfica vence Nacional por 3-1 e continua na liderança da competição

23

O SL Benfica recebeu e venceu, este Sábado, o Nacional da Madeira, por 3-1, em encontro a contar para a 27ª Jornada da Liga NOS 2014/2015, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa.

Depois da derrota em Vila do Conde, frente ao Rio Ave, o Benfica precisava de ganhar para continuar na liderança da competição e manter os 3 pontos de vantagem para o velho rival, FC Porto.

No entanto, a entrada dos “encarnados” não foi tão forte como se esperava; foi forte, é verdade, mas diferente de outras entradas que já vimos o campeão nacional fazer esta temporada.

O Nacional da Madeira, que talvez esperasse outra entrada do Benfica, parecia surpreendido e nunca saiu da sua “toca”, tentando guardar a igualdade o maior tempo possível.

Depois de 20 minutos em que o equilíbrio foi a nota dominante, o Benfica chega à vantagem através de um golo de Jonas, após um excelente cruzamento de Salvio, que foi um dos melhores elementos em campo.

Pouco depois, o Benfica destrói por completo a resistência da formação madeirense, com a marcação do segundo golo, por intermédio de Lima, que correspondeu da melhor maneira a uma solicitação de Nico Gaitán.

Até ao intervalo, os “encarnados” tentaram chegar ao 3º golo, mas o Nacional acalmou, subiu as suas linhas e tentou minimizar os estragos, com algumas jogadas que nem sequer chegaram a assustar o guardião Júlio César.

Na segunda metade, o Benfica voltou a entrar muito forte e marcou mais um golo, novamente pelo brasileiro Jonas, que continua a ser o melhor marcador da equipa lisboeta.

Vendo que a reacção do Nacional era nula, os jogadores “encarnados” tiraram o pé do acelerador, e começaram a pensar no embate com a Académica, que está a fazer um óptimo campeonato e já vai em 9 jogos consecutivos sem conhecer o sabor da derrota.

A partir dos 70 minutos, a formação madeirense foi mais afoita e conseguiu marcar o tento de honra, por intermédio de Tiago Rodrigues, jogador emprestado pelo FC Porto ao conjunto madeirense.

Na jogada seguinte, Christian prega um valente susto a Jorge Jesus e aos milhares de benfiquistas que assistiam à partida, ao rematar com muito perigo, pois a bola passou a centímetros do poste esquerdo da baliza de Júlio César.

Com o susto, Jorge Jesus pediu mais rapidez de processos aos seus jogadores e o Benfica acalmou, contribuindo para essa acalmia a substituição de Rúben Amorim por Pizzi e a lesão de Talisca, que lesionou-se numa mão e teve de ser rendido por Ola John.

Aos 90 minutos, o árbitro dá 3 minutos de descontos, o que irritou verdadeiramente Manuel Machado, que logo após o apito final criticou a decisão dizendo que mais de 3 minutos demorou a assistência de Talisca, que “precisou de 2 macas, estava lá uma, depois veio outra e o jogador acabou por sair pelo próprio pé”.

Com esta vitória, o Benfica mantém-se na liderança da competição, com 68 pontos, mais 6 pontos que o FC Porto e mais 12 pontos que o Sporting, que ainda não jogaram nesta jornada.

Já o Nacional, com o desaire, desce para a 9ª posição, com 33 pontos, mais 1 ponto que o Moreirense e menos 3 pontos que o Belenenses, continuando na luta por um lugar na Liga Europa da próxima temporada.

Golos

1-0 Jonas (21 minutos)
2-0 Lima (31 minutos)
3-0 Jonas (59 minutos)
3-1 Tiago Rodrigues (74 minutos)

MVP da partida: Jonas (Benfica)

Jornalista: João Miguel Pereira