Benfica vence Estoril por 4-0 e assume a liderança da Liga NOS

Benfica vence Estoril por 4-0 e assume a liderança da Liga NOS

33

O Benfica recebeu e venceu, este Domingo, o Estoril-Praia por 4-0, em encontro a contar para a 1ª Jornada da Liga NOS 2015/2016, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa.

Depois da derrota na Supertaça Cândido de Oliveira, os “encarnados” queriam uma estreia de sonho para “fazer as pazes” com os adeptos, que já colocavam em questão a contratação de Rui Vitória.

Os adeptos responderam à chamada, compareceram em bom número e apoiaram a equipa, que nos primeiros minutos apresentou um futebol atractivo, ou seja, com “nota artística”, como dizia Jorge Jesus.

O golo do Benfica parecia então ser uma questão de tempo, mas o ponteiro dos segundos dava voltas e voltas ao relógio e a questão não se resolvia, pois Jonas, Mitroglou e companhia “teimavam” em atirar a bola para fora.

Pior que a ineficácia do Benfica era o perigo que o Estoril criava em cada investida à baliza de Júlio César, que se tornou no “salvador da pátria”, impedindo o golo “canarinho” com defesas espantosas.

Ao intervalo, o nulo até era um resultado justo, mas se a equipa da Linha de Cascais estivesse a ganhar também não seria nenhum escândalo, o que mostra bem a péssima exibição do Benfica na primeira parte.

Na segunda metade, mais do mesmo, ou seja, um Benfica muito fraco e um Estoril a tentar a sua sorte, com alguns remates que eram travados pelo guardião brasileiro Júlio César.

Mas aos 74 minutos, Mitroglou encontrou o caminho da baliza e marcou o primeiro golo do Benfica, fazendo as bancadas da Luz “explodirem” de alegria.

Pouco depois do 1º golo, a formação “encarnada” aumentou o “score” para 2-0, por intermédio de Jonas, que aproveitou da melhor maneira uma grande penalidade (muito duvidosa) assinalada pelo árbitro Tiago Martins.

Com o 2º golo do Benfica, o Estoril caiu de produção de forma drástica e “entregou” o jogo, deixando a equipa “encarnada” completamente à vontade e sem grande oposição.

Sabendo que mais um golo dava a liderança da competição, Rui Vitória pediu mais velocidade e empenho aos seus jogadores, que rapidamente chegaram ao 3-0, marcado por Jonas.

Com a festa instalada na Luz, o “menino” Nelson Semedo colocou a “cereja no topo do bolo”, com o 4-0, que coloca o Benfica na liderança do campeonato ao fim da 1ª ronda.

O Benfica começa esta Liga como terminou a anterior, ou seja, na liderança, mas o técnico Rui Vitória tem muito trabalho pela frente, pois o Benfica não se transformou numa super-equipa com esta “goleada” e tem testes muito difíceis pela frente, a começar já na próxima semana com o Arouca, no Estádio Municipal de Aveiro.