Benfica apresenta queixa contra o Sporting por quebra dos regulamentos

Benfica apresenta queixa contra o Sporting por quebra dos regulamentos

Em causa está o "resgate" unilateral dos atletas Ryan Gauld e André Geraldes ao V. Setúbal, situação que vai contra o ponto 5 do artigo 78º dos regulamentos

217

O Benfica vai apresentar na Liga de Clubes uma queixa contra o Sporting devido aos polémicos regressos a Alvalade dos jogadores Ryan Gauld e André Geraldes, que representavam o V. Setúbal, por empréstimo dos “leões”.

Os dois jogadores, que entretanto foram “prometidos” ao D. Chaves, já se encontram na cidade flaviense mas não podem jogar porque o V. Setúbal ainda não assinou a rescisão do contrato de empréstimo.

Os sadinos acusam o Sporting de “má fé”, pois o regresso dos jogadores aconteceu depois do polémico jogo entre o V. Setúbal e o Sporting (vitória do conjunto setubalense por 2-1, com um penalty-fantasma assinalado pelo árbitro Rui Oliveira), que ditou a eliminação dos “verde-e-brancos” da Taça CTT.

Segundo o jornal A Bola, o Benfica alega que o Sporting não respeitou os regulamentos, nomeadamente o ponto 5 do artigo 78º que diz: “Não são admissíveis quaisquer cláusulas que prevejam a possibilidade de, por iniciativa unilateral do clube cedente, ser imposto ao clube cessionário o termo do contrato de cedência antes do prazo contratualmente fixado”.

Ou seja, se os dois clubes não estiverem de acordo os jogadores não podem ser “resgatados” e terão de cumprir o contrato até ao fim, que neste caso, é até ao final da temporada em curso.

Se a participação do Benfica for avante e o Sporting punido disciplinarmente, o castigo previsto vai de uma pequena multa até à realização de jogos à porta fechada, consoante a gravidade do incumprimento.