Baja TT do Pinhal 2017: Rui Serpa vence Troféu Polaris RZR na...

Baja TT do Pinhal 2017: Rui Serpa vence Troféu Polaris RZR na Sertã

Rui Serpa estreou-se a vencer esta temporada no Troféu Polaris RZR, ao ser o mais rápido de entre os participantes Polaris que competiram na Baja TT do Pinhal, competição disputada sob altíssimas temperaturas e com cerca de 350 quilómetros disputados ao cronómetro

42

Rui Serpa - Troféu Polaris RZR 2017 - SertãRui Serpa estreou-se a vencer esta temporada no Troféu Polaris RZR, ao ser o mais rápido de entre os participantes Polaris que competiram na Baja TT do Pinhal, competição disputada sob altíssimas temperaturas e com três centenas e meia de quilómetros disputados ao cronómetro.

Na segunda posição terminou Pedro Carvalho, enquanto no derradeiro lugar do pódio absoluto terminou Alexandre Freitas, desta vez acompanhado de Francisco Caeiro, que foi o vencedor da Classe não Turbo.

Os actuais detentores do título João Dias / João Filipe Miranda foram forçados a abandonar, mas mantêm a primeira posição do Troféu Polaris RZR e da Classe Turbo, onde a segunda posição obtida pela dupla Pedro Carvalho / José Duarte na prova beirã os aproxima do lugar cimeiro. Troca de posições também na 3ª posição agora ocupada por Rui Serpa, por troca com João Lopes, que foi o primeiro líder da Baja TT do Pinhal.

Na classe destinada aos Polaris RZR sem Turbo-compressor a primeira posição na Baja TT do Pinhal foi conquistada por Alexandre Freitas, o quinto vencedor diferente em outras tantas corridas disputadas, que o coloca na liderança da classe.

Alexandre Silva, em máquina idêntica, foi o 2º classificado à frente de Pedro Fonseca, que agora dispõe de uma máquina própria. Na classificação após as cinco provas, Alexandre Silva ocupa a segunda posição à frente de Luís Caseiro com Paulo Figueiredo que, no pequeno Polaris 800, liderava a competição a cair para o 4º lugar.

Classificações Troféu Polaris RZR 2017 (após 5 provas)

Absoluto
1º João Dias, 86; 2º Pedro Carvalho, 73; 3º Rui Serpa, 56; 4º João Lopes, 50

Turbo
1º João Dias, 86; 2º Pedro Carvalho, 73; 3º Rui Serpa, 53; 4º João Lopes, 50

Não Turbo
Alexandre Freitas, 76; 2º Alexandre Silva, 61; 3º Luís Caseiro, 58; 4º Paulo Figueiredo, 54