Africa Eco Race 2017: Alexandre Azinhais forçado a abandonar

Africa Eco Race 2017: Alexandre Azinhais forçado a abandonar

Alexandre Azinhais vai manter-se junto da caravana até ao final da Africa Race 2017 para apoiar o seu colega Didier Frederico, que ontem entrou no top-10

25

Problemas mecânicos sem resolução possível no ‘bivouac’ ditaram o abandono de Alexandre Azinhais na Africa Eco Race 2017. O piloto de Albufeira ficou ontem parado na especial da oitava etapa da prova com problemas de motor na sua moto e depois de chegar a reboque ao acampamento tentou em conjunto com a equipa da Desert Rose encontrar a solução para os mesmos de forma a poder iniciar esta manhã a nona etapa da prova.

“Ontem fiquei parado sensivelmente a meio da especial com problemas de pressão de óleo. No local era impossível resolver os mesmos e optei por ser assistido e regressar ao acampamento para tentar reparar o problema e prosseguir hoje mesmo com a penalização. Mas depois de analisarmos o motor percebemos que era impossível reparar o mesmo para continuar em prova e assim tive mesmo que abandonar.

Foi pena porque estava a fazer uma boa prova e ontem poucos quilómetros antes de parar estava em quinto da classificação. Mas as corridas são mesmo assim e nada conseguimos fazer”, comentou um desolado Alexandre Azinhais esta manhã no arranque da nona etapa, ele que se vai manter junto com a caravana até ao final da Africa Eco Race 2017 para apoiar também o seu colega de equipa, Didier Frederico, que ontem entrou no ‘top-10’ da classificação geral e defende agora a solo as cores da equipa de Albufeira.