Liga NOS: Arouca vence Marítimo por 4-1 e fica mais perto dos...

Liga NOS: Arouca vence Marítimo por 4-1 e fica mais perto dos “lugares europeus”

27

O Arouca recebeu e venceu o Marítimo por 4-1, em encontro a contar para a 14ª Jornada da Liga NOS (última do ano civil de 2015), disputado este Sábado no Estádio Municipal de Arouca.

Depois da triunfo sobre o V. Guimarães na passada jornada, o Marítimo queria continuar na “onda” das vitórias; o lugar do técnico Ivo Vieira ainda não está seguro (depois do técnico ter posto o lugar à disposição) e uma vitória era sinónimo de um Natal mais agradável para as bandas do Funchal, antes do grande embate com o FC Porto, em jogo a contar para a Taça da Liga.

No entanto, toda a estratégia delineada pelo técnico madeirense foi “por água abaixo”, devido ao golo de Nuno Valente, ainda o relógio não marcava dois minutos decorridos.

O golo madrugador afectou os insulares, que durante 20 minutos não conseguiram reagir ao caudal ofensivo dos arouquenses, que criavam perigo sempre que desciam até à baliza de José Sá (Salin estava castigado, devido ao cartão vermelho mostrado na passada jornada).

Para piorar o cenário para os “verde-rubros”, Ivo Rodrigues marcou o 2-0 aos 26 minutos, e deve ter posto um ponto final na questão do vencedor, pois apesar de faltarem 64 minutos não se via reacção do lado contrário.

Até ao intervalo, o que se viu foi um Marítimo abatido, que arriscava pouco, e um Arouca a defender o resultado, que era justíssimo, pois os “canarinhos” foram os melhores elementos em campo.

Na segunda metade, o Marítimo entrou disposto a mudar o rumo dos acontecimentos, e Dyego Sousa reduziu a diferença, logo aos 48 minutos, depois de uma jogada de ataque do conjunto madeirense.

Pensava-se que a partir daqui os insulares faziam um assalto final à baliza do Arouca, mas Lito Vidigal previu a situação e elaborou uma estratégia muito defensiva, de modo a segurar a magra vantagem.

Até aos 75 minutos, o Marítimo tentou o golo do empate, mas expôs-se na defesa, o que foi aproveitado por Sema Velazquez, que marcou o 3-1 e, agora sim, selou definitivamente a questão do vencedor.

Apesar dos dois golos de diferença, o Marítimo ainda tentou correr atrás do prejuízo (nem outra coisa se pedia à equipa), mas quem aproveitou foi Maurides, que marcou o 4º golo do Arouca (aos 90 minutos), depois de um excelente contra-ataque.

Destaque ainda para a chuva que começou a cair intensamente logo a seguir ao primeiro golo do Arouca e só parou quando Jorge Sousa apitou pela derradeira vez neste encontro.

Com este resultado, o Arouca sobe para o 7º posto, com 19 pontos, enquanto o Marítimo desce para o 9º lugar, com 17 pontos, estando entre eles o V. Setúbal, que pode retomar a 7ª posição se vencer o seu encontro (com o Tondela), marcado para amanhã.