Liga NOS: FC Porto vence União com relativa facilidade e aproxima-se do...

Liga NOS: FC Porto vence União com relativa facilidade e aproxima-se do Sporting

29

O FC Porto venceu esta 4ª Feira o União da Madeira, por 4-0, em encontro a contar para a 9ª Jornada da Liga NOS 2015/2016, disputado no Estádio da Madeira, na Choupana.

Durante a tarde o nevoeiro ainda fez a sua habitual aparição (gerando alguma preocupação), mas assim que caiu a noite a neblina dissipou e pode-se jogar livremente, sem qualquer receio.

O FC Porto pôde então acertar o calendário, sabendo que com uma vitória ficava a 2 pontos do Sporting, líder da tabela classificativa, com 29 pontos e sem derrotas até ao momento.

Foi com o sentido virado para a baliza contrária, que os “azuis-e-brancos” começaram a partida, ainda que a primeira iniciativa do encontro tenha pertencido aos comandados de Luís Norton de Matos.

Nos primeiros 15 minutos, o FC Porto resolveu a questão quanto ao vencedor do encontro, pois Hector Herrera (uma surpresa no “onze” de Lopetegui) e Yacine Brahimi (uma presença habitual no esquema táctico dos “dragões”) aproveitaram as facilidades concedidas pelo último reduto madeirense e colocaram o marcador em 0-2, para desespero dos (poucos) adeptos madeirenses presentes no anfiteatro do Nacional.

Ainda antes da meia-hora, Jesus Corona tentou fazer um cruzamento para a pequena área, mas a bola sofreu uma trajectória estranha, passou por cima do guarda-redes contrário e entrou dentro da baliza defendida por André Moreira.

Até ao intervalo, o FC Porto deu a iniciativa de jogo ao União, que aproveitou a oportunidade para fazer alguns remates à baliza de Iker Casillas, que resolveu todas as situações com relativa tranquilidade.

Na segunda metade, Julen Lopetegui retirou Yacine Brahimi do terreno de jogo, pediu aos seus jogadores muita calma, pois o mais difícil estava feito e não valia a pena arriscar uma lesão, pois até às festividades do Natal ainda faltam 4 desafios.

Mesmo assim, o FC Porto ainda marcou o 4º golo, por intermédio de Danilo Pereira, na sequência de um livre directo cobrado por Miguel Layun, e teve uma grande oportunidade para aumentar o “score”, por intermédio de Maicon.

Antes do golo, Dani Osvaldo foi expulso com cartão vermelho directo, depois de uma entrada que poderia ser perigosa, mas acabou por não o ser, pois o italo-argentino não acerta em Paulo Monteiro.

É verdade que Osvaldo entra de sola em riste, mas acaba apenas por dar um pequeno toque na perna do jogador do União, que se atira para o chão como se tivesse sido agredido.

O árbitro foi enganado pelo “teatro” do jogador da equipa da casa, o que levou a um forte protesto de Lopetegui, que teve de ser acalmado por todo o staff portista para não chegar “a vias de facto” com os membros da equipa de arbitragem.

Com esta vitória, o FC Porto continua na 2ª posição, agora com 27 pontos, menos 2 pontos que o Sporting, mas mais 6 pontos que o Benfica, que tem um jogo em atraso, precisamente com o União, que está marcado para o dia 23 de Dezembro, mas pode ser antecipado para o dia 16 do corrente mês, pois os dois clubes já foram afastados da Taça de Portugal, cujos Oitavos-de-Final se disputam nesta data.