24h de Spa 2016: Filipe Abuquerque recupera de 45º para o 12º...

24h de Spa 2016: Filipe Abuquerque recupera de 45º para o 12º lugar final

Cruzaram a linha de meta no 12º lugar, o resultado possível dada a experiência dos pilotos, de alguma falta de andamento e alguns erros de estratégia.

169

Depois de largar da 45ª posição da grelha de partida para as 24h de Spa-Francorchamps, Filipe Albuquerque estava ciente que teria pela frente uma corrida bastante difícil para ganhar posições. No entanto, o ritmo imposto pelo piloto português no seu primeiro ‘stint’ levou-o a estar na sétima posição da classificação geral, e só um erro de estratégia impediu que o piloto português e os seus colegas no Audi R8 LMS, Rodrigo Baptista e Sérgio Jimenez não estivessem a lutar por uma melhor posição.

No final das 24h cruzaram a linha de meta no 12º lugar, o resultado possível dada a experiência dos pilotos, de alguma falta de andamento e alguns erros de estratégia.

Poucas horas depois do início da corrida, e com Filipe Albuquerque ao volante, o piloto português rodava na sétima posição quando uma situação de bandeiras amarelas em todo o circuito deveria ter levado o Audi #3 às boxes, mas que não aconteceu.

“Devíamos ter feito logo o ‘pit-stop’, mas a equipa não entendeu assim. Quando o fizemos, e já com a corrida no seu ritmo normal, perdemos muitas posições, caímos para 24º e a recuperação desde então foi mais lenta e difícil. Não podemos esquecer que esta era a primeira vez que o Rodrigo disputava uma corrida de 24h e que só este ano se estreia neste tipo de provas. Sabíamos que não conseguiríamos lutar pela vitória, mas um lugar no top-10 era possível. Mas infelizmente já perto do final, quando tentávamos chegar a 10º, uma fuga de óleo levou-nos novamente às boxes. Perdemos tempo e o 12º lugar foi o resultado possível. Saio daqui com o sentimento de dever cumprido”, disse Filipe Albuquerque.

O Campeonato entra agora no normal período de férias para regressar a 12 e 13 de Setembro em Nurburgring.