24 Horas TT Fronteira 2016: Equipa de Mário Andrade está no comando

24 Horas TT Fronteira 2016: Equipa de Mário Andrade está no comando

Equipa de Paulo Marques esteve em bom plano, com o MMP Evo 2, o que lhe permitiu ascender ao quarto lugar, a duas voltas do líder.

110

Cumpridas quase nove horas nas AFN 24 Horas TT Vila de Fronteira 2016, a equipa francesa de Mário Andrade – este ano ausente na qualidade de piloto – assumia a liderança da prova, com Alexandre Andrade, Cédric Duple, Yann Morize e Thomas Morize, no Nissan Proto, destronando os vencedores da última edição.

De facto, o Sadev Oryx do quarteto Francis Lauilhe/Pierre Lauilhe/Louis Lauilhe/Stéphane Barbry foi quem assumiu o protagonismo na fase inicial desta maratona, deixando o adversário mais directo a uma volta de distância, mas este acabaria, paulatinamente, por anular esse pecúlio, e ganhar, até, pouco mais de um minuto. Uma margem pequena, se equacionarmos a extensão da prova, deixando tudo em aberto, em termos de expectativa, para as primeiras horas da madrugada de Domingo.

Em bom plano esteve a equipa portuguesa melhor classificada, a de Paulo Marques/Jean Marc Berlines/Tiago Dias/José Neves, com o MMP Evo 2, o que lhe permitiu ascender ao quarto lugar, a duas voltas do líder.

Na terceira posição, a pouca distância, surgia o quarteto francês José Castan/Benjamin Bujon/Anicet Garicoux/Vincent Demonceaux, no Rivet Rm Sport.