24 Horas de Spa 2017: Filipe Albuquerque ambiciona pódio em Francorchamps

24 Horas de Spa 2017: Filipe Albuquerque ambiciona pódio em Francorchamps

Um bom momento desportivo, aliado a um profissionalismo e capacidade de adaptação notáveis, levam o piloto a acreditar que, apesar da exigência de uma prova de 24 horas, o pódio é uma meta possível de alcançar

46

Filipe Albuquerque - ELMS 2017 - SilverstoneFilipe Albuquerque prepara-se para enfrentar, a 29 e 30 de Julho, o quarto fim-de-semana de competição do mês de Julho com o quarto carro diferente e, à semelhança do que aconteceu até aqui, quer somar mais um pódio. Um bom momento desportivo, aliado a um profissionalismo e capacidade de adaptação notáveis, levam o piloto a acreditar que, apesar da exigência de uma prova de 24 horas, o pódio é uma meta possível de alcançar.

A primeira corrida do mês de Julho foi em Watkins Glen para o Campeonato Americano de Resistência com o Cadillac, onde conseguiu uma brilhante vitória, depois seguiu-se a jornada do Campeonato do Mundo de Resistência em Nurburgring com o Oreca, onde subiu ao segundo lugar.

O fim-de-semana passado foi altura de disputar a corrida de Red Bull Ring do European Le Mans Series, onde voltou a vencer. Este fim-de-semana disputa as emblemáticas 24h de Spa-Francorchamps, pontuáveis para o Blancpain GT Series com um R8. Uma sequência de bons resultados que Filipe espera culmine com mais um pódio.

Em Spa terá dois novos companheiros de equipa, Filip Salaquarda e Clemens Schmid na ISR Racing e depois do trabalhado de preparação para esta prova em Paul Ricard, Albuquerque acredita que, apesar do resultado da prova não depender única e exclusivamente do seu desempenho, vão estar na luta pelos primeiros lugares.

“Nova semana, nova corrida. Um circuito diferente, um campeonato diferente, uma equipa diferente, companheiros de equipa diferentes e um carro diferente. Tudo diferente, mas que tenha o resultado final igual aos anteriores. É só isso que pretendo para terminar um momento óptimo em termos desportivos”, começou por referir Filipe Albuquerque.

Mas para isso é preciso começar a trabalhar e a preparar uma prova que Filipe considera de “grande respeito”.

“É um circuito muito exigente, com condições atmosféricas sempre adversas, com muitos carros em pista e onde nada pode falhar. Temos um carro competitivo que conheço bem, pilotos rápidos e focados e uma equipa motivada. Os ingredientes principais estão reunidos. Agora é preciso perceber analisar como estaremos face aos adversários. Todos os anos o ‘balance of performance’ muda e espero que isso não nos penalize. Mas só vamos saber quando tudo começar. Até lá é manter o foco”, concluiu o piloto português.

O programa da prova começa já amanhã com a realização dos treinos livres, na Sexta a qualificação e no Sábado a corrida arranca pelas 15.30h, horas portuguesas.